FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922





DIRETR
EDUARDO COSTA


5-9-2017,
>Quarta edição do Vadia Rock misturou boa música com boa cerveja artesanal
VADIA ROCK COM CERVEJA COMO CABEÇA DE CARTAZ

Foi no passado fim de semana, nos dias 01 e 02 de setembro, que a marca Cerveja Vadia voltou para dar continuidade à tradição e realizou a 4ª edição do Festival Vadia Rock, nas suas instalações em Ossela.


Ana Filipa Pereira

O grande momento cervejeiro atraiu centenas de visitantes que vieram cativados pelo dinâmico programa oferecido, sendo mais de 1.300 as pessoas que por ali passaram durante os dois dias para assistir aos concertos acompanhados de uma cerveja bem fresca nos copos oferecidos pela Vadia à entrada das instalações. “Queremos mostrar que a cerveja vadia não é só para o tremoço, queremos mostrar que a cerveja é muito mais do que só para matar a sede”, referiu Nuno Marques, sócio da Cerveja Vadia.

No festival, onde a cerveja foi o centro das atenções, decorreram diversas atividades paralelas aos concertos que permitiram aos visitantes descobrir algumas curiosidades sobre cerveja artesanal. Desde associações locais, gastronomia regional, workshops e harmonizações surpreendentes entre comida e cervejas e um encontro nacional de colecionadores de artigos cervejeiros, a animação foi garantida pela noite dentro, juntando gastronomia, cerveja e música. “Juntamos comida com música e cerveja porque queremos mostrar que música harmoniza com cerveja. E quem vier cá pode sempre contar com muita música, com eventos gastronómicos e, claro, com muita cerveja” mencionou Vítor Silva, sócio da Cerveja Vadia.

Na gastronomia, para além do habitual porco no espeto, a Confraria do Arroz e Sabores de Oliveira de Azeméis deliciou os festivaleiros com um arroz de fêveras e a Confraria das Papas de S. Miguel, com as tradicionais papas. Na parte musical, o evento contou com muito rock e blues, com a atuações de sete bandas, entre as quais, António Mão de Ferro, ex-guitarrista dos GNR, e os Budda Power Blues.

Apresentando características que a tornam única, a Cerveja Artesanal Vadia é já um projeto totalmente inovador e de grande sucesso, quer a nível regional como nacional, conquistando cada vez mais os portugueses. E isso deixa os seus promotores orgulhosos. “Olhando para trás reparamos no quanto a Cerveja Vadia já cresceu e queremos que continue assim no futuro. Tencionamos que no futuro este Festival seja um ponto de encontro e que seja algo que não se encontre em qualquer lado. Sabemos que existem dificuldades, mas vamos passo a passo”, concluiu Nicolas Billard, o mestre cervejeiro da Cerveja Vadia. 


 




OUTRAS
11-12-2017»  Oliveirense não segurou a vantagem
11-12-2017»  Azagães com plano de atividades e orçamento aprovados
11-12-2017»  Boavista mais eficaz em Cesar
11-12-2017»  Oliveirense mais forte no Cenap
11-12-2017»  Correia & Novo tem nova morada que promete voos mais altos
11-12-2017»  Loureiro entregou taça de campeões no jantar de natal
11-12-2017»  Torneio de Xadrez juntou 44 atletas
11-12-2017»  Caminhada de Natal em Cucujães
11-12-2017»  Azagães com plano de atividades e orçamento aprovados
11-12-2017»  Columbófilos veem pombos a morrer e época em risco



PESQUISA




Estatuto Editorial O Correio de Azeméis, no cumprimento duma obrigação legal, renova o conteúdo do seu Estatuto Editorial, na mesma linha que orientou as décadas que leva de publicação ininterrupta, de colocar os verdadeiros interesses do con­celho de Oliveira de Azeméis como sua prioridade inquestionável, não se misturando com os interesses de grupos, nomeadamente políticos. O Correio de Azeméis renova o com­promisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou detur­pando a informação.




REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2017