FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922





DIRETOR
EDUARDO COSTA


9-1-2018,
Cucujães> Vítima Sofreu lesões graves na zona do crânio
Morte na estrada investigada pela Polícia Judiciária

Atropelamento seguido de fuga é uma das possibilidades, mas autoridades não descartam crime intencional.


Diana Cohen

Um homem, de 40 anos, morreu, ontem, depois de ter sido encontrado em estado muito grave na berma da estrada, em Cucujães. Os contornos da morte estão a ser investigados pela Polícia Judiciária, estando várias possibilidades em aberto, umas das quais atropelamento com fuga.
Foi pelas 07h30 que um condutor que passava na rua José Maria da Silva, no lugar de Margonça, no sentido S. João da Madeira/Oliveira de Azeméis, se apercebeu da presença do corpo no chão, na direção oposta. O automobilista mandou parar o trânsito e pediu socorro, que chegou de imediato.
Carlos Vieira, que apresentava lesões graves na zona da cabeça, encontrava-se em paragem cardiorrespiratória aquando da chegada dos Bombeiros Voluntários de Oliveira de Azeméis. Segundo fonte da corporação, ainda foram efetuadas manobras de reanimação, mas sem sucesso, pelo que o óbito acabou por ser declarado no local pelo médico do INEM. O homem, que, apurou o Correio de Azeméis, usava pulseira electrónica por violência doméstica e tinha antecedentes por condução em estado de embriaguez, residia nas imediações do local do incidente, embora fosse natural da zona de Arouca.
A GNR esteve no local, mas, tendo em conta a possível complexidade do caso e a possibilidade de se tratar de um homicídio, o caso foi entretanto entregue à Polícia Judiciária, que efetuou medições e procedeu à recolha de elementos com possível alcance probatório. Foram também interrogados moradores vizinhos, nenhum dos quais terá assistido ao atropelamento ou agressão.
“A vítima apresentava vários golpes na cabeça, motivo pelo que pode haver suspeita de homicídio ou ofensa à integridade física grave”, disse fonte da GNR.
Para além dos Bombeiros de Oliveira de Azeméis, nas operações de socorro esteve envolvida a equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital da Feira. O cadáver foi, entretanto, transportado para as instalações do Gabinete Médico-Legal para ser submetido a autópsia, procedimento que deverá ajudar a esclarecer as causas da morte.

 




OUTRAS
15-1-2018»  Os mais de 2017
15-1-2018»  Aposta na inovação e qualidade elogiada pelos oliveirenses
15-1-2018»  Obras na Quinta do Barão continuam
15-1-2018»  Nogueira do Cravo respira teatro em janeiro
15-1-2018»  Amor à camisola e união antes do ‘ataque’ da ATEC
15-1-2018»  Ricardo Tavares é o novo presidente da Concelhia do PSD
15-1-2018»  “A violência nunca é uma forma de amar”
15-1-2018»  Sérgio Martins apresenta o ‘Homem + Forte de Portugal’
15-1-2018»  “Perdemos demasiado tempo a fazer estudos”
15-1-2018»  ACD Azagães celebrou duas décadas de vida



PESQUISA




Estatuto Editorial O Correio de Azeméis, no cumprimento duma obrigação legal, renova o conteúdo do seu Estatuto Editorial, na mesma linha que orientou as décadas que leva de publicação ininterrupta, de colocar os verdadeiros interesses do con­celho de Oliveira de Azeméis como sua prioridade inquestionável, não se misturando com os interesses de grupos, nomeadamente políticos. O Correio de Azeméis renova o com­promisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou detur­pando a informação.




REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2018