FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922





DIRETOR
EDUARDO COSTA


6-2-2018,
> Miúdos e graúdos deram cor às ruas da cidade com mais uma edição do Carnaval Infantil
2800 foliões espalharam a magia do Carnaval

A chuva adiou por um dia a saída do Carnaval Infantil, mas no domingo à tarde o desfile apareceu cheio de força, com escolas, associações e instituições a demonstrarem a sua veia criativa. Ao todo desfilaram 2.800 participantes, com cerca de 1.900 crianças a marcar o passo pelas ruas da cidade.


Filipa Gomes

A defesa da floresta e a tolerância para a diversidade cultural e de etnias foram alguns dos temas presentes no Carnaval Infantil, que para além de trazer a folia para as ruas, aproveitou para refletir e sensibilizar quem assistiu sobre temáticas atuais.
Esquimós, japoneses, pescadores, assistentes de bordo, palhaços, personagens do filme Alice no País das Maravilhas, mimos e até miúdos e graúdos vestidos de pipocas fizeram a festa pela cidade. O corso, que arrancou junto à zona desportiva, seguiu pela rua Engenheiro Arantes de Oliveira até à rotunda do chafariz, percorrendo depois o sentido inverso, até ao local de partida.  O presidente da Câmara Municipal, Joaquim Jorge, considerou que o Carnaval Infantil foi um evento à altura das expectativas criadas. “Este Carnaval é uma festa extraordinária, de muita alegria, com muita cor, muita luz e muito boa disposição. Os nossos meninos estão muito felizes, estão muito alegres. Aqui vemos uma manifestação inequívoca dos oliveirenses, aderiram em massa, está um dia bonito, maravilhoso, e estão reunidas as condições para uma festa realmente extraordinária”, apontou o edil, que não deixou passar em branco o trabalho de bastidores que envolveu este corso infantil. “Basta ver toda esta envolvente, todo este trabalho que foi feito pelos educadores, pelos professores, pelos pais dos alunos e pelas coletividades para termos este resultado tão bonito”, afirmou.
A presença de participantes menos jovens também não passou despercebida, com seniores de várias instituições a aderir a este corso carnavalesco, que foi abençoado com sol por S. Pedro. O autarca estendeu ainda as felicitações a todos os funcionários da autarquia oliveirense que se envolveram nesta organização.
Para o presidente do município é importante continuar com esta tradição, que traz alegria e cor para as ruas da cidade. “Não deixem morrer esta iniciativa, sobretudo dirigida aos mais novos. Se queremos zelar pelo seu bem estar é evidente que temos de fazer tudo ao nosso alcance para lhes trazer felicidade e esta é uma das oportunidades para o fazermos. Que esta festa se mantenha”, concluiu.

----------------

“Achei muito bom. Viu-se bem o trabalho investido nas crianças, foi um Carnaval mais curtinho o que foi bom, tendo em consideração que são crianças. É importante ver a interação entre pais, filhos e educadores, mostram o trabalho que é feito ao longo do ano escolar. É uma boa maneira de demonstrar o trabalho que é feito pelas coletividades e escolas”
Célia Dias, Pinheiro da Bemposta

“É uma atividade engraçada para os miúdos, extra-curricular e onde eles também aprendem. Achei o desfile muito engraçado e muito colorido”

Aurea Catalão,
Oliveira de Azeméis

“É sempre muito interessante, muito colorido e muito engraçado. Esta atividade é muito importante, eles adoram. A escola tem um papel importante na forma como os miúdos aparecem mascarados, como aparecem coloridos”
Carla Santos,
Oliveira de Azeméis

“Foi muito giro, gostei, estava muito bem organizado este ano. As crianças gostaram muito também, divertem-se muito com estas coisas. É importante e eles gostam que os pais participem nestas atividades. Foi surpreeendente ver tantas pessoas na rua”
Vanda Pereira,
Oliveira de Azeméis

“Acho que é um acontecimento que é sempre importante nesta altura do ano”

Sónia Aguiar,
Oliveira de Azeméis

“Adoro o Carnaval, para mim é uma alegria, faz-me vibrar, gosto disto. É bonito ver a alegria das crianças, tenho dois filhos a desfilar, eles ficam todos contentes e o pai também”
João Pereira, S.
Martinho da Gândara

 




OUTRAS
13-2-2018»  Marionetas deliciaram crianças
13-2-2018»  Escolas vão ter selo de qualidade
13-2-2018»  Previsão de chuva empurra Carnaval para domingo
13-2-2018»  “Com muita humildade, o nosso objetivo é ser campeão de série”
13-2-2018»  Cucujães muito forte impôs goleada
13-2-2018»  “É uma conquista muito importante para nós”
12-2-2018»  “Flávio das Neves é um treinador com experiência”
12-2-2018»  FC Porto põe UDO fora da Taça
12-2-2018»  Oliveirense venceu o FC Porto no prolongamento
12-2-2018»  Taça escapou num jogo muito disputado



PESQUISA




Estatuto Editorial O Correio de Azeméis, no cumprimento duma obrigação legal, renova o conteúdo do seu Estatuto Editorial, na mesma linha que orientou as décadas que leva de publicação ininterrupta, de colocar os verdadeiros interesses do con­celho de Oliveira de Azeméis como sua prioridade inquestionável, não se misturando com os interesses de grupos, nomeadamente políticos. O Correio de Azeméis renova o com­promisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou detur­pando a informação.




REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2018