FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922





DIRETR
EDUARDO COSTA


4-12-2012, NOGUEIRA DO CRAVO
> A conhecida autora de livros para crianças e adolescentes
Julie Hodgson, lança, em português, o seu mais recente livro ‘Jodie and the Library Card’

Hoje, dia 04 de dezembro, na EBS Comendador Ângelo Azevedo, em S. Roque, para fazer a apresentação.


O livro relata as aventuras de Jodie Broom, uma menina de 12 anos que adora livros mas que vive no ano de 2075, cinquenta anos depois de o papel e os livros terem sido banidos da humanidade... e todas as experiências se terem tornado autênticos simuladores da realidade.

Até a comida é trabalhada e os animais nos jardins zoológicos não passam de uma miragem vista através de vídeos com anos de existência.

O que vale a Jodie é o cartão de biblioteca da sua escola, que lhe dá a possibilidade de viajar no tempo e trazer para o seu esconderijo os livros de que tanto gosta! Mas nem tudo corre bem, porque as autoridades estão atentas à entrada de papel no mundo e podem descobrir que Jodie possui livros que não devia... Ao longo do livro o leitor é levado a percorrer as paisagens e destinos longínquos com Jodie, enquanto se prende à escrita simples e colorida de Julie, que atribui aos personagens um toque mágico e surreal, dando-lhes vida para além do livro.

Actualmente a viver em Portugal, Julie nasceu em 1962, em Inglaterra, de onde saiu aos 17 anos para trabalhar como ama na Alemanha. Aos 19, a escritora regressou ao país de origem onde passou dois anos como auxiliar num hospital para pessoas com menos capacidades motoras e mentais. Foi nessa altura que conheceu o seu marido, John Hodgson. Casada aos 21 anos, um ano depois Julie teve a sua primeira filha, Sarah.Julie viveu em diversos países num curto de espaço de tempo, seguindo de perto a carreira do marido. Viveu em sítios tão diferentes como a Malásia, Singapura, Malta, Suécia e Líbia e apenas quatro anos, onde escreveu as suas histórias e onde se inspirou para novos livros.

Em 1987, Julie foi mãe do seu segundo filho, Tristan John, tendo regressado a Inglaterra.

Ainda no decorrer desse ano a família voltou a mudar-se, desta vez para o Kuwait, onde Julie trabalhou como professora enquanto escrevia uma coluna para crianças no prestigiado jornal The Times naquele país. A estadia naquele país terminou quando este começou a ser atacado pelo Iraque, naquilo que foram os inícios da Guerra do Golfo de 1990. Fugida daquele país, a família regressou à Suécia, onde Julie prosseguiu a sua carreira como escritora tendo sido convidada pelo jornal Vastmanlands Tidning para escrever pequenas histórias para crianças.

Em 1997, a família mudou-se para o Reino Unido, tendo finalmente assentado na Escócia.

Em Portugal desde 2007, e dividida entre o Alentejo e Vila Nova de Gaia, foi aqui que Julie escreveu a maior parte das suas histórias, incentivada pelo clima e tranquilidade que Portugal proporciona.

Desde pequena que Julie se sentiu inclinada para a escrita. Na escola, incentivada por professores, escrevia pequenas histórias e textos fantasiosos, tendo sempre sido alvo de críticas positivas sobre a sua forma simples e bonita de escrever. Como referências literárias a autora identifica Chris Kuzneski, John Kehts, Enid Blyton e C.S. Lewis.

Para além de todos os livros que tem publicados, Julie possui ainda mais de 150 histórias que nunca publicou. Actualmente a escrever o seu próximo um livro, a carreira e a popularidade de Julie vão crescendo ao ritmo dos livros que publica.

Preocupada com o mundo em que vivemos e com a qualidade de vida das crianças de todo o mundo, Julie tem também um lado solidário que pratica regularmente. A escritora escolheu uma conhecida instituição de solidariedade de Valadares, Vila Nova de Gaia, a quem faz donativos mensalmente, para além de ser madrinhade duas crianças no Uganda, a quem proporciona estudos, roupa, comida e conforto. Outro dos meios utilizados por Julie para conseguir ajudar quem mais precisa são os livros, cujo valor reverte, na sua maioria, para instituições nacionais e internacionais.


 




OUTRAS
NOGUEIRA DO CRAVO
12-9-2017»  SANBRUSAPATOS EM FESTA COM NOVAS INSTALAÇÕES
12-9-2017»  RICARDO SÁ É "SANGUE NOVO" PARA A UNIÃO DE FREGUESIAS
5-9-2017»  MANUEL REBELO VAI PROCURAR RECUPERAR AS ORIGENS
1-8-2017»  TORNEIO DE SUECA REUNIU NOGUEIRENSES EM CONVÍVIO
25-7-2017»  “O PRESIDENTE DA JUNTA É UM BOMBEIRO VOLUNTÁRIO”
18-7-2017»  USOS E COSTUMES BEM REPRESENTADOS EM FESTIVAL DE FOLCLORE
27-6-2017»  NA FESTA DAS ASSOCIAÇÕES NÃO FALTOU ANIMAÇÃO
26-6-2017»  NOGUEIRA DO CRAVO É VILA HÁ 22 ANOS
12-1-2017»  António Martins apresenta o livro no próximo sábado
4-10-2016»  Construção de empresa ‘desalinhada’ gera críticas



PESQUISA




Estatuto Editorial O Correio de Azeméis, no cumprimento duma obrigação legal, renova o conteúdo do seu Estatuto Editorial, na mesma linha que orientou as décadas que leva de publicação ininterrupta, de colocar os verdadeiros interesses do con­celho de Oliveira de Azeméis como sua prioridade inquestionável, não se misturando com os interesses de grupos, nomeadamente políticos. O Correio de Azeméis renova o com­promisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou detur­pando a informação.




REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2017