FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922

DIRETOR
ANTÓNIO MAGALHÃES

SUB DIRETOR
EDUARDO COSTA


11-10-2016,
> Quando estudo põe o município como um dos piores do país em termos de desempenho
Rede de saneamento do Cercal começou a ser construída

A Indáqua, empresa concessionária das redes de água e saneamento no concelho de Oliveira de Azeméis iniciou recentemente a construção do emissário do Cercal. O investimento de 200 mil euros vai servir uma população de quatro mil habitantes da freguesia de Santiago de Riba-Ul ficando concluído durante o primeiro semestre do próximo ano.


Segundo o vice-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, Ricardo Tavares, “esta é uma obra que há muito se impunha realizar e que, finalmente, está no terreno inserindo-se no esforço do município de alargar a rede de saneamento do município”. O autarca realça que “o investimento vai beneficiar alguns milhares de habitantes que passarão a ter melhor qualidade de vida, uma vez que passarão a usufruir de rede de águas residuais”.

Tecnicamente, a obra, inserida no sistema de drenagem de águas residuais do Salgueiro, inclui a construção de 2.200 metros de rede coletora (intercetor), de uma conduta elevatória de 80 metros e de uma estação elevatória que estão a ser executados pela empresa Manuel Francisco de Almeida.

Segundo a Indáqua, “a infraestrutura foi dimensionada para uma população de 3.756 habitantes, servindo de imediato cerca de 300 habitantes” ficando associada às redes de drenagem existentes que, com esta obra, ficarão funcionais e ligadas ao Subsistema de Tratamento do Salgueiro.


Estudo põe Azeméis entre  municípios com pior desempenho

Por ocasião do Dia Nacional da Água, dia 01 de outubro, a ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável analisou os dados relativos ao saneamento em Portugal Continental e elaborou um ranking com os municípios que pior serviço prestam aos seus munícipes.

A ZERO analisou os dados do último RASARP – Relatório Anual dos Serviços de Água e Resíduos em Portugal (Volume 1 – caracterização do setor de águas e resíduos), fornecido pela ERSAR – Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos, publicado em 2015, mas reportando dados de 2014 – o RASARP 2015.

Uma análise dos dados disponíveis permite identificar os municípios que apresentam as menores taxas de adesão ao serviço, existindo 22 municípios com taxas de adesão inferiores a 70%, 11 dos quais com taxas de adesão inferiores a 60% e entre estes está Oliveira de Azeméis (55,4%), no sexto lugar.

Com base nos dados da taxa de acessibilidade física ao serviço e da taxa de adesão, a ZERO elaborou também um ranking dos dez municípios com o pior desempenho global, em que foram considerados os municípios com taxas de adesão ao serviço inferiores a 70%, e foram analisadas as maiores disparidades entre a disponibilidade física do serviço e adesão ao serviço por parte dos utilizadores. Sever do Vouga lidera a tabela dos municípios com pior desempenho global (22% de taxa de acessibilidade física ao serviço e 57% de taxa de adesão ao serviço), seguido de Oliveira de Azeméis (43% e 55,4%).

A análise da ZERO demonstra que os resultados obtidos através desta análise demonstram que, apesar dos investimentos efetuados e dos progressos alcançados nas últimas décadas na área do saneamento, as disparidades existentes no território de Portugal Continental são por demais evidentes e que subsistem situações em que são efetivamente necessários investimentos em infraestruturas de saneamento.


Município recebe o Prémio Viver em Igualdade


O Prémio Viver em Igualdade é uma iniciativa bienal, promovida pela Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG), que visa distinguir municípios com boas práticas na integração da dimensão da igualdade de género, cidadania e não discriminação, quer na sua organização ou funcionamento, quer nas atividades por si desenvolvidas.
O júri do Prémio Viver Em Igualdade, constituído por Virgínia Ferreira, professora e investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, Ana Costa, do GRAAL em representação do Conselho Consultivo da CIG – Secção das ONG, e Rosa Oliveira da CIG, após análise das candidaturas, decidiu atribuir os prémios a oito municípios: Abrantes, Alfândega da Fé, Cascais, Lagoa, Lisboa, Odivelas, Oliveira de Azeméis e Póvoa de Lanhoso
A cerimónia de entrega dos Prémios e Menções Honrosas terá lugar em Lisboa, no próximo dia 24 de outubro, a partir das 14h00, no Teatro da Trindade.


 




OUTRAS
22-5-2017»  PORQUE NÃO COMEÇAR UM NEGÓCIO DO ZERO?
22-5-2017»  98% DE SERVIÇOS DE MECÂNICA ADQUIRIDOS FORA
22-5-2017»  FUTSAL DE AZEMÉIS 'CAIU' NA SEGUNDA PARTE
22-5-2017»  OLIVEIRENSE VENCE E CONTINUA NA FRENTE
22-5-2017»  “O VÍDEO-ÁRBITRO VAI AJUDAR À VERDADE DESPORTIVA”
22-5-2017»  CESARENSE JOAQUIM ALVES NUM HISTÓRICO 2º LUGAR
22-5-2017»  NAC DISTINGUIU OS MELHORES DE 2016
22-5-2017»  15MIL JÁ BRINCARAM NOS JOGOS AZEMÉIS
22-5-2017»  JUNIORES DO CESARENSE HOMENAGEADOS
22-5-2017»  INICIADOS DA OLIVEIRENSE SOBEM AO NACIONAL



PESQUISA





REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2017