FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922

DIRETOR
ANTÓNIO MAGALHÃES

SUB DIRETOR
EDUARDO COSTA


11-10-2016, UL
Ul> Disponível em locais de hotelaria e restauração
Cerveja Deusa há um ano no mercado

É inspirada na cerveja belga, “é mais encorpada, aromática, frutada e com um teor de álcool mais alto”. Quem o diz é o próprio fundador da cerveja artesanal Deusa, Paulo Silva, que arrancou oficialmente com este projeto há cerca de um ano.


GLORIA NAZARETH

“A cerveja sempre foi a minha bebida de eleição e foi isso que me fez avançar” conta Paulo Silva. E a escolha do nome para este produto tem também inspirações na época medieval. “Na idade média era dada aos doentes para não morrerem com a cólera e foi considerada a bebida dos deuses, daí dar o nome ‘Deusa’”, esclarece.

Para marcar a diferença na qualidade, o artesão considera importante o processo de “dupla fermentação”, pois “o gás da cerveja provém da segunda fermentação”, descreve. O álcool é o ingrediente que finaliza a produção da cerveja ao dar-lhe “alma” e, na ‘Deusa’ encontra-se presente em teores que vão desde os 4,5 até os 9,5.

As zonas do país onde inicialmente incidiram as vendas foram o Algarve e o Alentejo mas, rapidamente, “começámos a produzir para zonas mais perto”, diz. Com isto, o fundador refere-se a zonas como Cucujães e Ul, freguesias onde a cervejaria se sediou. Atualmente, localiza-se nas imediações da empresa Ulmolde.

A ‘Deusa’ pode ser encontrada também em Oliveira de Azeméis em locais de hotelaria e restauração como o Hotel Dighton, a Casa Ibérica, a Feitoria dos Sentidos e o Quarto Bairro. “Lojas gourmet com produtos diferenciados são tendencialmente a minha área”, informa o artesão.

Se há uns anos “a cerveja artesanal era vista com ceticismo”, agora “a recetividade já é outra”. “Há muitas pessoas curiosas e atentas e, consumidores permanentes deste produto”, são as mudanças que o fundador da ‘Deusa’ aponta. Os custos elevados em comparação com a cervejaria industrial também são uma das razões para este ceticismo. “Quando trabalhamos com dinheiros próprios vamos investindo quase diariamente”, garante.

Sobre a concorrência, Paulo Silva garante que “não pensa destronar outras marcas”, pois foi a partir delas que aumentou o gosto no seu trabalho.


 




OUTRAS
UL
19-4-2017»  Realizou-se, no dia 08 de abril, nas instalações do Grupo Folclórico ‘As Padeirinhas de Ul’, o terceiro Torneio de Sueca.
19-4-2017»  Escola de Artesanato ensina há um ano
6-1-2017»  Assalto ‘rendeu’ mais de 10 milhões
4-1-2017»  Grupo suspeito de assalto na casa de António Rodrigues foi detido
3-1-2017»  Assalto à mansão do comendador António Rodrigues ‘rendeu’ mais de 10 milhões
11-10-2016»  “Vinte e oito ano de ‘Cravos e Rosas’
27-9-2016»  Escavações desvendam ocupação do território oliveirense
6-9-2016»  Festival de Folclore mantém tradições
2-8-2016»  ‘Vamos ajudar o Rodrigo!’
2-8-2016»  Ul e Loureiro com novo pároco



PESQUISA





REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2017