FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922





DIRETR
EDUARDO COSTA


12-10-2016, PINHEIRO DA BEMPOSTA
Pinheiro da Bemposta> Feira Medieval Paço del Rey apoio Cerciaz
Pinheiro recuou à Idade Média

A ideia é não deixar a história e a tradição esquecidas nos livros, promovendo-as no concelho de Oliveira de Azeméis. No passado sábado, a Quinta da Cerciaz, no lugar de Figueiredo, em Pinheiro da Bemposta, vestiu-se a rigor e remontou-se aos tempos medievais naquela que foi a primeira edição da Feira Medieval Paço Del Rey.


Filipa Gomes

A iniciativa focou-se no antigo Julgado de Rey, em pleno século XIII, precisamente em Figueiredo, um lugar que respira história e que em 1514 recebeu o foral manuelino.

Além de dar a conhecer a história da freguesia, a Feira Medieval Paço del Rey aliou-se a uma causa solidária. As entradas, com o custo simbólico de um euro, reverteram a favor da Cerciaz, uma instituição que presta apoio a crianças e jovens com deficiência. “Este ano lembrámo-nos de comemorar o foral manuelino com uma Feira Medieval, para preservar a memória e tendo também esta componente solidária”, explicou Natalino Martins, presidente da Associação Figueiredo de Rey, entidade organizadora, a par da Cerciaz.

António José, presidente da Cerciaz, salientou a importância de dar “mais visibilidade à instituição”, que atualmente acompanha cerca de 150 utentes conta com a ajuda de 50 colaboradores. “Os tempos são difíceis”, reconheceu António José, mencionando as dificuldades financeiras da instituição. Mas, para o responsável, o importante é pensar em soluções e ultrapassar as dificuldades. “É uma forma de darmos voz aos nossos utentes e de abrirmos as portas aos oliveirenses para que conheçam o nosso trabalho”, lembrou, sem esquecer a importância do evento na preservação da história da freguesia.


Coletividades uniram-se em prol da história e da solidariedade

Associações e vários grupos de música, dança e representação da região marcaram presença na Feira Medieval Paço del Rey, contribuindo para uma programação recheada, com um cortejo real, atuações de dançarinos, demonstrações com homens de armas e até cuspidores de fogo. Iguarias para provar também não faltaram nas tasquinhas, que serviram alguns petiscos dignos de registo, como o pão do povo, a pera bêbeda e as papas carolas.

Mais do que promover a sustentabilidade das coletividades presentes, Armindo Nunes, presidente da União de Freguesias de Pinheiro da Bemposta, Travanca e Palmaz, salientou o espírito de partilha e de entreajuda entre as várias coletividades, que estiveram “juntas pelo objetivo comum de participar no desenvolvimento da freguesia e de apoiar uma causa”.

“As Associações de Palmaz e de Travanca não deixaram de se associar dando corpo a uma coisa que está no papel mas que é preciso construir no terreno e no dia-a-dia que é a união de freguesias”, lembrou o autarca.

Esta foi a primeira edição da Feira Medieval Paço del Rey, que promete regressar no próximo ano para dar vida à história e à tradição da freguesia de Pinheiro da Bemposta.


DECLARAÇÕES:

“Estamos a reviver a história e a alimentar uma das riquezas da freguesia que merece ser divulgada”.

Armindo Nunes, Presidente da União de Freguesias de Pinheiro da Bemposta, Palmaz e Travanca


“Este tipo de iniciativa ajuda junto dos mais jovens a manter as raízes, a tradição e o orgulho desta terra que pisamos”.

Ricardo Tavares, vice-presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis


“A freguesia de Pinheiro da Bemposta é muito rica historicamente e é bom reviver o passado, mas no presente e com o futuro já em vista”.

Norberto Martins, Presidente da Assembleia de Freguesia de Pinheiro da Bemposta.


“É uma forma de, recriando alguns costumes Idade Média, nos aproximarmos enquanto cidadãos, enquanto munícipes e enquanto associações da nossa história.”

Isidro Figueiredo, vereador da Educação da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis


 




OUTRAS
PINHEIRO DA BEMPOSTA
1-8-2017»  PROCISSÃO MOVEU MULTIDÃO
25-7-2017»  “UMA DEMONSTRAÇÃO DE TALENTOS”
4-7-2017»  MOINHO RENASCE COMO HOSTEL NO MEIO DA NATUREZA
26-6-2017»  COMISSÃO ORGANIZOU DIA ANIMADO
23-5-2017»  PATRONATO TRABALHA COM CORAÇÃO
23-5-2017»  PINHEIRO FRIO CONTINUA EM CRESCIMENTO
23-5-2017»  “TEMOS QUE PRESERVAR A IDENTIDADE DAS ESCOLAS”
23-5-2017»  COLETIVIDADE VIVE DO DINAMISMO DOS SEUS MEMBROS
23-5-2017»  CAPITAL HUMANO FAZ A DIFERENÇA
23-5-2017»  PROJETO AMBICIOSO NO HORIZONTE



PESQUISA




Estatuto Editorial O Correio de Azeméis, no cumprimento duma obrigação legal, renova o conteúdo do seu Estatuto Editorial, na mesma linha que orientou as décadas que leva de publicação ininterrupta, de colocar os verdadeiros interesses do con­celho de Oliveira de Azeméis como sua prioridade inquestionável, não se misturando com os interesses de grupos, nomeadamente políticos. O Correio de Azeméis renova o com­promisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou detur­pando a informação.




REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2017