FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922





DIRETR
EDUARDO COSTA


18-11-2016, LOUREIRO
Loureiro> O presidente Manuel Terra afirmou que este é o objetivo da Direção
Banda de Loureiro anunciou livro no 117º aniversário

A Banda de Música de Loureiro completou, recentemente, o seu 117º aniversário e assinalou esta data com um almoço, que reuniu cerca de três centenas de amigos desta coletividade e teve também por objetivo angariar verbas para fazer face às despesas da Banda.


Ana Catelas

Foi num ambiente de festa e, ao mesmo tempo, familiar que a Banda de Música de Loureiro (BML) assinalou, no passado dia 06 deste mês, o seu 117º aniversário. Na véspera, a coletividade loureirense deu início ao programa festivo com um grande concerto, que encheu por completo o auditório da Junta de Freguesia de Loureiro.

No primeiro aniversário na presidência da BML, Manuel Terra salientou que a associação leva o seu estandarte com o nome da freguesia e do concelho por este país fora e até além fronteiras e recordou que o Encontro Concelhio de Bandas veio mostrar “o valor das nossas bandas”. Por isso, o dirigente apelou para que as entidades responsáveis olhem para as bandas de música “de uma outra forma e as apoiem como, de facto, merecem”. O dirigente recordou as condições em que a Banda vive – com a sua sede na Quinta do Barão e a sala de ensaio noutro ponto da freguesia – e lamentou ver que, “em terras com menos potencial, as bandas apresentem magníficas sedes”.

Manuel Terra considerou também imperioso que “a longa história de atividade ininterrupta” da BML seja perpetuada numlivro. “O lançamento do livro será uma prioridade desta Direção”, afirmou o presidente, apontando para o próximo ano o lançamento do tão desejado livro, que dará a conhecer ao público em geral a história desta Banda secular. “Apelo já às entidades para que, quando solicitadas, apoiem este projeto, que não é só da Banda, mas também da freguesia e do concelho”, concluiu Manuel Terra.


Autarquia quer parceria com a BML

“São 117 anos de crescimento, conquistas, muita atividade e um grande património não só na freguesia mas também no concelho”, começou por destacar o vereador Ricardo Tavares, ressalvando os 127 jovens que hoje aprendem música na Escola da Banda.O vice-presidente da autarquia manifestou gratidão e reconhecimento pelo trabalho da BML e, nesse sentido, adiantou que a autarquia quer ser parceira da Banda. “A Câmara Municipal está de portas abertas para, juntamente com a BML, verificar as suas necessidades e juntos poderemos ir ultrapassando algumas das dificuldades, porque também queremos que o trabalho de excelência desta Banda, que tantos frutos tem dado junto da população mais jovem, se mantenha”, afirmou Ricardo Tavares

Rui Cabral, presidente da Junta de Freguesia de Loureiro, afirmou que gostaria de apoiar mais a Banda, assim como as restantes associações da vila, mas as limitações financeiras tornam isso difícil. No entanto, o autarca frisou que sempre que a BML recorreu à Junta de Freguesia esta apoiou. Foi assim para a aquisição de uma carrinha, com o contributo de cinco mil euros, e para a mudança repentina de instalações da sala de ensaio para uma escola desativada na freguesia.

“Dentro das nossas possibilidades, a Junta de Freguesia diz sempre presente não só para a Banda, mas para todas as restantes instituições da freguesia”, confirmou Rui Cabral, concluindo que a “freguesia de Loureiro tem tudo, mas falta-lhe muita coisa”.



 




OUTRAS
LOUREIRO
18-9-2017»  IDOSA MORRE AO SABER QUE IRMÃ FOI ATROPELADA
12-9-2017»  “O QUE ME MOVE SÃO OS LOUREIRENSES”
5-9-2017»  FERNANDO SILVA QUER "CONTINUAR EM FRENTE"
5-9-2017»  FERNANDO SILVA QUER "CONTINUAR EM FRENTE"
1-8-2017»  LOUREIRENSES CAMINHARAM PELA LUTA CONTRA O CANCRO
4-7-2017»  HÁ FESTA NA ALDEIA APRESENTA NOVIDADES
4-7-2017»  FESTAS TERMINAM COM HOMENAGENS
27-6-2017»  EXPOSIÇÃO DE AVES EXÓTICAS ENCANTOU
20-6-2017»  COLETIVIDADES SERVIRAM IGUARIAS PRA ANGARIAREM FUNDOS
20-6-2017»  “PRESIDENTES DE JUNTA NÃO PODEM SER PEDINTES”



PESQUISA




Estatuto Editorial O Correio de Azeméis, no cumprimento duma obrigação legal, renova o conteúdo do seu Estatuto Editorial, na mesma linha que orientou as décadas que leva de publicação ininterrupta, de colocar os verdadeiros interesses do con­celho de Oliveira de Azeméis como sua prioridade inquestionável, não se misturando com os interesses de grupos, nomeadamente políticos. O Correio de Azeméis renova o com­promisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou detur­pando a informação.




REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2017