FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922

DIRETOR
ANTÓNIO MAGALHÃES

SUB DIRETOR
EDUARDO COSTA


27-4-2017,

A CARTA A JOÃO ARAÚJO (ex-Azeméis FM)

Chorei. Não me envergonho de confessar. Quando me mostraram provas evidentes, não fiquei bem. Muitas noites ao deitar me vinha essa questão à cabeça e não dormia. Estava magoado. Muito magoado. Demorei muito tempo a ter capacidade para enfrentar o problema. Desta vez, não o podia ignorar. Havia outras vítimas do comportamento. Que "exigiam" a reposição da verdade e Justiça.


Esperava que, com o tempo, fosse esquecido o assunto. Não foi. Nem por mim, muito menos por aqueles que sofreram com a situação.

O senhor "JOÃO ARAÚJO da AZEMÉIS FM", como era conhecido, entrava na minha casa e conhecia-a tão bem ou melhor do que eu. Décadas de amizade. Era um "irmão". Em quem confiava cegamente e, assim, todos à minha volta confiavam. 

Há cerca de década e meia tinha sido descoberto a desviar dinheiro do "caixa" da CORAZE. Na altura, fez-me uma confissão escrita, explicou-se e acabei por perdoar. Saiu daquele serviço e mantive-o na rádio. Fora uma fraqueza. Esqueci. Todos esquecemos. E continuamos "irmãos". 

Agora, aproveitando a ausência e as muitas dificuldades e redução de pessoal dos últimos anos da gestão da Rádio AZEMEIS FM, desviou dinheiro. Sistematicamente, prejudicando a qualidade da própria rádio, pois ficava com dinheiro supostamente entregue a colaboradores. Nunca suspeitei. Sempre me garantia que tudo era feito como sempre fora. 

Mas, mais, começou a roubar o "caixa", sob a gestão de colegas. Gerando suspeitas sobre todos. Criando um ambiente interno de suspeição. E tinha a desfaçatez de sugerir nomes de possíveis suspeitos. Os colegas apanharam-no em flagrante. E revelaram-me que igualmente fazia suas cobranças de faturas de clientes. Contaram-me, também, outras situações. Nem quis saber mais. 

Pediu-me desculpa. Apresentou plano para repor em prestações mensais os dinheiros desviados. Solicitei que fosse para casa. Haveria de pensar no assunto. Não consegui falar-lhe muito tempo. 

Tentei esquecer. Não consegui. E acabei por dar conhecimento a quem tinha que dar. 

 

Caro JOÃO ARAÚJO, pelo muito que vivemos - fiz de ti um profissional de rádio, onde sempre foste principescamente pago, quase três décadas!, - na Oliveirense foste o meu braço no Futebol profissional, pelo muito que te ajudei em momentos difíceis da tua vida, financeiramente inclusive, olhando sempre para ti como "irmão", não merecia que me fizesses sofrer tal vergonha e desilusão. Muito menos, quando já te tinha perdoado desvios anteriores na CORAZE.

As desilusões que vou sofrendo de pessoas -como acontece com todos-, esqueço-as ou arquivo-as. Assim, continuo a gostar e a acreditar nas pessoas. Mas, vindo de "irmãos" como tu, é mais difícil a tarefa.

Compreendes que tenha decidido contar e agir. E que faça público o conhecimento, por aguardar que se faça Justiça no local próprio, o Tribunal, onde está a competente queixa-crime.

EDUARDO COSTA

Diretor da Rádio "Azeméis FM" e Subdiretor do "Correio de Azeméis"


 




OUTRAS
24-5-2017»  União de Freguesias: Solução ou Problema?
23-5-2017»  MERCADO ENCERRA COM COMBINAÇÃO DELICIOSA
23-5-2017»  VILLA OLIVARIA APOSTA E PRATOS TRADICIONAIS
23-5-2017»  OLIVEIRENSE FALHOU NA FINALIZAÇÃO
23-5-2017»  ESCOLA LIVRE NO 1º LUGAR
22-5-2017»  PORQUE NÃO COMEÇAR UM NEGÓCIO DO ZERO?
22-5-2017»  98% DE SERVIÇOS DE MECÂNICA ADQUIRIDOS FORA
22-5-2017»  FUTSAL DE AZEMÉIS 'CAIU' NA SEGUNDA PARTE
22-5-2017»  OLIVEIRENSE VENCE E CONTINUA NA FRENTE
22-5-2017»  “O VÍDEO-ÁRBITRO VAI AJUDAR À VERDADE DESPORTIVA”



PESQUISA





REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2017