FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922





DIRETR
EDUARDO COSTA


2-5-2017, S. TIAGO DE RIBA-UL
Santiago de Riba-Ul> Querem lar de idosos com portas abertas
Seniores indignados fazem ‘manifestação’

Tratou-se de uma espécie de brincadeira promovida pela própria associação, mas que refletiu a vontade dos seniores em verem concluído um projeto pelo qual anseiam há muito tempo.


Diana Cohen

Revoltados com a morosidade do processo de abertura do lar de idosos da Associação de Melhoramentos Pró-Outeiro, utentes desta instituição concentraram-se à porta daquelas instalações, em jeito de protesto.

Esta ‘manifestação’ foi incluída num vídeo que a instituição preparou no sentido de sensibilizar a população para a importância de apoiarem a construção da estrutura, que está já em curso e que deverá abrir portas em junho.

No lugar de avançar com o pedido de donativos convencional, a associação preferiu, antes, usar a criatividade, demonstrando que, de alguma forma, está também a sentir uma pressão por parte dos utentes do Centro de Dia. “Eles gostaram muito da brincadeira, mas a realidade é que é assim mesmo que eles se sentem. Notámos que o pedido de ajuda vinha de dentro e que era um pedido encarando a instituição como sendo deles, o que é extraordinário”, afirmou a diretora geral, Joana Ferreira.

Para a responsável, este é um modo diferente de ver o lar de idosos, tido como “a última morada”. “Eles pedem-nos muitas vezes para dormir aqui e estão sempre a perguntar-nos quando abre a estrutura residencial. Alguns estão sozinhos em casa, sem pessoal qualificado e capacitado para vigiá-los durante a noite e sentir-se-ão mais seguros estando connosco”, salienta.

Segurando em cartazes com frases como “Queremos o lar aberto” ou “Sem ajuda não conseguimos”, os idosos quiseram assim chamar a atenção para a necessidade de apoios, tendo em conta que será necessário um investimento que poderá chegar aos 250 mil euros. “Não temos receita para conseguirmos comportar um investimento grande como é uma estrutura residencial para pessoas idosas e, para contrairmos um empréstimo bancário, quanto menor o valor, melhor para nós”, referiu a dirigente desta instituição, que pretende apelar à ajuda da população e das empresas. “Os fundos comunitários não ajudam a nível de obras, só de equipamento e gastos com pessoal, por isso temos de nos apoiar em donativos ou que nos possam dar”, esclareceu Joana Ferreira.


 




OUTRAS
S. TIAGO DE RIBA-UL
17-9-2017»  SENIORES "TESTARAM" CANDIDATOS À UNIÃO DE FREGUESIAS
5-9-2017»  CAMIÃO DERRUBA MURO DE HABITAÇÃO
25-7-2017»  “OS NETOS SÃO COMO FILHOS”
11-7-2017»  Pró-Outeiro faz visita guiada a Estrutura Residencial
13-6-2017»  SANTIAGUENSE QUEREM MISSA TAMBÉM NO OUTEIRO
15-5-2017»  JOVENS ORGANIZARAM FESTA PARA SENIORES
11-4-2017»  41 anos de crescimento sustentado
11-4-2017»  Setor da construção dá sinais de melhorias
11-4-2017»  Cheto com “crescimento galopante”
11-4-2017»  Trinta anos ao serviço das empresas



PESQUISA




Estatuto Editorial O Correio de Azeméis, no cumprimento duma obrigação legal, renova o conteúdo do seu Estatuto Editorial, na mesma linha que orientou as décadas que leva de publicação ininterrupta, de colocar os verdadeiros interesses do con­celho de Oliveira de Azeméis como sua prioridade inquestionável, não se misturando com os interesses de grupos, nomeadamente políticos. O Correio de Azeméis renova o com­promisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou detur­pando a informação.




REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2017