FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922

DIRETOR
ANTÓNIO MAGALHÃES

SUB DIRETOR
EDUARDO COSTA


16-5-2017,
Basquetebol> Equipa de basquetebol feminina da Oliveirense festejou feito inédito
SUBIDA HISTÓRICA À PRIMEIRA DIVISÃO

A Oliveirense festejou, este sábado, a subida à 1ª Divisão Nacional Feminina, ao vencer o Tubarões da Quarteirana Fase Final da prova, que se realizou em Almada. Já no domingo, a equipa unionista disputou a conquista do título de campeã, mas acabou por perdê-lo para o CAD. Uma subida histórica de uma equipa formada há apenas dois anos.


Ana Catelas

No primeiro jogo da Fase Final da 2ª Divisão Feminina, a Oliveirense ultrapassou o Basket Almada Clube, emblema anfitrião, por 54-38,tendo em Carolina Anacleto a jogadora com maior preponderância (14 pontos, 8 ressaltos e 4 assistências). Já no domingo, a formação de Oliveira de Azeméis derrotou o Tubarões da Quarteira por 57-32, com Carolina Anacleto novamente em evidência (16 pontos, 8 ressaltos e 6 assistências) e Alexandra Ferreira (10 pontos e 8 ressaltos) a serem as principais responsáveis pelo triunfo da equipa de Oliveira de Azeméis. A vitória neste encontro garantiu à Oliveirense uma histórica subida à primeira divisão nacional. Depois de garantido este objetivo, a equipa centrou as atenções na conquista do título de campeã nacional. Mas, pela frente, teve o CAD – Associação Coimbra Basquete, que também garantiu a subida de divisão e que chegou ao final do campeonato, somando por vitórias todos os 23 jogos disputados ao longo da época. Na final, a Oliveirense acabou por ser derrotada por 81-61, mas este desfecho não impediu os festejos da equipa oliveirense que, no regresso a Oliveira de Azeméis, se associou à festa que já decorria na Praça da Cidade e onde os adeptos festejavam com a equipa de futebol, que tinha acabado de garantir o regresso à II Liga.

Espírito de guerreiras

A treinadora Inês Peres, em declarações à Azeméis FM Rádio, considerou justa a subida à 1ª Divisão Nacional, tendo em contao “perfil” da equipa e pelos resultados conseguidos ao longo da época. Em relação ao jogo do título, a técnica da Oliveirense reconheceu que já esperava muitas dificuldades nesta partida.“Já sabíamos que seria um jogo muito difícil,porque o CAD tem um grande ascendente em relação a nós, tem jogadoras estrangeiras enquanto a nossa equipa é formada por jogadoras da casa”, frisou Inês Peres, defendendo que a sua equipa nunca deixou de lutar dentro de campoe procurou sempre“deixar a melhor imagem e o nosso espírito de guerreiras até ao final”. Para a treinadora, o mais importante foi alcançado no jogo de sábado e logo aí ficou o sentimento de “dever cuprido”. “A conquista do título era a ‘cereja no topo do bolo’, não conseguimos, mas estamos contentes porque estamos na 1ª Divisão”.

Em relação à próxima temporada, no segundo maior patamar do basquete feminino nacional, Inês Peres diz que é fundamental manter o projeto e a identidade da equipa e fazer com que estas jogadoras sejam competitivas num patamar superior. “Estamos extraordinariamente felizes com esta conquista. Peço aos oliveirenses que vão ver cada vez mais o basquetebol, porque estas atletas merecem todo o apoio”, concluiu.


 




OUTRAS
29-6-2017»  ‘Promessómetro’: 21
27-6-2017»  VIDA AUTÁRQUICA FASCINA CRIANÇAS
27-6-2017»  RISOS, MÚSICA E LUZES APAGADAS
27-6-2017»  “SENTI UMA ENERGIA INCRÍVEL”
27-6-2017»  CÂMARA ADJUDICA KITS DIDÁTICOS FORA DO CONCELHO
27-6-2017»  MUNDIALITO CESAZ FOI UM HINO AO FUTEBOL DENTRO E FORA DO CAMPO
27-6-2017»  35 RESISTENTES AO CALOR CAMINHARAM EM CUCUJÃES
27-6-2017»  MACIEIRENSE FESTEJOU 30 ANOS DE EXISTÊNCIA
27-6-2017»  ROGÉRIO CAVALEIRO REASSUME A COMISSÃO ADMINISTRATIVA
27-6-2017»  OLIVEIRENSE ASSINA PROTOCOLO EM CABO VERDE PARA ESTÁGIOS



PESQUISA





REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2017