FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922





DIRETR
EDUARDO COSTA


1-8-2017, CARREGOSA
> Associação Cultural e Etnográfica S. Miguel de Azagães renasceu há 20 anos
ACESMA MANTÉM VIVOS COSTUMES E TRADIÇÕES

Nascida em 1954, a Associação Cultural e Etnográfica S. Miguel de Azagães continua a lutar pela preservação de tradições, usos e costumes. Tendo como principal bandeira o Rancho Folclórico de Azagães, a instituição quer atrair mais juventude e sonha com uma viagem até à Turquia.


Filipa Gomes

Voltada para a preservação de tradições e costumes e tendo como pilar o Grupo Folclórico de S. Miguel de Azagães, a ACESMA tem levado longe o nome de Carregosa e de Oliveira de Azeméis. “Em 2005 tivemos a nossa primeira internacionalização na Alemanha. Foi uma experiência muito marcante, porque além da nossa portugalidade temos de ser abertos ao que é bom lá fora”, afirma a presidente, Sandra Pinho.

Passaram pelo sul de Espanha, em 2007, a marcar presença num festival internacional, para três anos mais tarde receberem de braços abertos um grupo da Turquia, aquando da organização do festival de folclore nas Festas de La Salette. Guiaram-no durante 10 dias pelo norte do país, mas ainda não foi possível retribuir a visita, pelo que uma das ambições do grupo passa por aí. “Vamos ver se este ano conseguimos dar o pontapé de saída para fazer vingar esse sonho e ir até à Turquia”, destaca a dirigente. Constituído por cerca de 50 elementos, com pessoas de todas as idades, o rancho continua a ter como marco mais importante o seu festival de folclore, que este ano cumpriu a 17ª edição.

Desfolhadas, a matança do porco, festas de carnaval, festas do emigrante e até noites temáticas são algumas das ações no currículo da ACESMA, que olha com orgulho para a sua sede. “Conseguimos requalificar a casa do Sr. José Marinheiro, um benemérito que a doou à Junta de Freguesia, mantendo alguns dos aspetos e traços mais icónicos. Foi feita sobretudo de voluntariado, de várias doações e da força humana”, desvenda a dirigente, lembrando o apoio da autarquia local, mas também do Comendador Fernando Pinho Teixeira e da esposa, que em 2002 apadrinharam o grupo. “Temos excelentes instalações e a nossa sede é da comunidade”, sublinha Sandra Pinho, referindo que ali têm lugar várias formações e workshops com o propósito de “as pessoas se cultivarem”. A requalificação da garagem de arrumos anexa à sede é uma das prioridades futuras da coletividade. “A zona do piso inferior é muito húmida e os nossos trajes precisam de um espaço arejado para poderem ser preservados”, refere.

A ACESMA sente também a responsabilidade de formar as gerações mais novas.“Tentamos que os jovens reconheçam as suas tradições e origens, que são muito importantes do ponto de vista dos valores”, afirma Sandra Pinho, apontando também que a associação tem as portas abertas para parcerias.

Olhando para o trajeto traçado pela ACESMA, a presidente não tem dúvidas de que a coletividade tem conseguido ganhar o seu espaço na freguesia e contribuir para o seu desenvolvimento. “Tentamos ser o mais dinâmicos possível, os recursos financeiros escasseiam, mas vamos conseguindo graças à boa vontade dos membros, dos sócios, patrocinadores e amigos. Sentimos que a freguesia aprecia o folclore e as tradições”, conclui.


 




OUTRAS
CARREGOSA
12-9-2017»  CONSTANÇA MELO ENTENDE QUE HÁ MUITO PARA MELHORAR NA VILA
1-8-2017»  ASSEADA MÁQUINAS CONTINUA A CRESCER
1-8-2017»  EMIGRANTES RECEBIDOS DE FORMA CALOROSA
1-8-2017»  URATE POTENCIA TALENTO DA FREGUESIA
1-8-2017»  COMISSÃO CONQUISTA AS NOVAS GERAÇÕES
1-8-2017»  “VALORIZAMOS A INTERGERACIONALIDADE”
1-8-2017»  VALORES E TRADIÇÕES INCUTIDOS AOS MAIS NOVOS
1-8-2017»  “CARREGOSA SEMPRE TEVE UM ASSOCIATIVISMO FORTÍSSIMO”
19-7-2017»  A VILA “MAIS BONITA” COMEMOROU 27 ANOS
11-7-2017»  FESTIVAL DA JUVENTUDE INVADIU NOVAMENTE A VILA



PESQUISA




Estatuto Editorial O Correio de Azeméis, no cumprimento duma obrigação legal, renova o conteúdo do seu Estatuto Editorial, na mesma linha que orientou as décadas que leva de publicação ininterrupta, de colocar os verdadeiros interesses do con­celho de Oliveira de Azeméis como sua prioridade inquestionável, não se misturando com os interesses de grupos, nomeadamente políticos. O Correio de Azeméis renova o com­promisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou detur­pando a informação.




REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2017