FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922





DIRETR
EDUARDO COSTA


18-9-2017, LOUREIRO
LOUREIRO> Atropelamento de camião do lixo resulta em tragédia
IDOSA MORRE AO SABER QUE IRMÃ FOI ATROPELADA

Maria Preciosa, de 73 anos, e Rosalina Duarte, de 76, morreram com cerca de três horas de diferença. O coração da mais velha não suportou a dor da perda.


Diana Cohen

Uma mulher, de 73 anos, morreu depois de ter sido atropelada por um camião do lixo, em Loureiro, e a sua irmã acabou também por falecer quando teve conhecimento da tragédia.

Ao final da tarde de sábado, Maria Preciosa Duarte saiu de casa, na Rua Nossa Senhora da Esperança, onde residia com a irmã, para se dirigir, a pé, para a Igreja Matriz de Loureiro. No entanto, não chegou ao seu destino. Quando circulava na Rua Cónego Leite Rainho, a cerca de 100 metros da sua habitação, foi colhida por um camião de recolha do lixo.

Alegadamente, a vítima mortal terá contornado o veículo pesado no momento em que iniciou a marcha depois de os funcionários terem recolhido lixo de contentores. O condutor, que ficou em estado de choque, não se apercebeu da presença da septuagenária, que morreu no local, pelas 18h20. “Já não havia nada a fazer para salvar a vida da senhora”, contou fonte dos Bombeiros Voluntários de Oliveira de Azeméis, esclarecendo que “os graves ferimentos causados pelo veículo pesado impossibilitaram as equipas de proceder a protocolos de reanimação até à chegada da Viatura Médica de Emergência e Reanimação”.

A irmã de Maria Preciosa, Rosalina Duarte, de 76 anos, costumava também ir à missa aos sábados à tarde, mas decidiu dessa vez ficar em casa. Assim que soube da notícia trágica, foi ao local do acidente e, abalada, regressou a casa, mas o coração falhou e acabou por morrer cerca de três horas depois do sinistro, na habitação, tendo o óbito sido declarado por um médico do INEM. Um irmão das vítimas também sentiu uma indisposição e necessitou de receber tratamento hospitalar.

Os contornos do acidente estão a ser investigados pela GNR, através do Núcleo de Investigação Criminal de Acidentes de Viação.


 




OUTRAS
LOUREIRO
12-9-2017»  “O QUE ME MOVE SÃO OS LOUREIRENSES”
5-9-2017»  FERNANDO SILVA QUER "CONTINUAR EM FRENTE"
5-9-2017»  FERNANDO SILVA QUER "CONTINUAR EM FRENTE"
1-8-2017»  LOUREIRENSES CAMINHARAM PELA LUTA CONTRA O CANCRO
4-7-2017»  HÁ FESTA NA ALDEIA APRESENTA NOVIDADES
4-7-2017»  FESTAS TERMINAM COM HOMENAGENS
27-6-2017»  EXPOSIÇÃO DE AVES EXÓTICAS ENCANTOU
20-6-2017»  COLETIVIDADES SERVIRAM IGUARIAS PRA ANGARIAREM FUNDOS
20-6-2017»  “PRESIDENTES DE JUNTA NÃO PODEM SER PEDINTES”
6-6-2017»  LUZ VERDE PARA OBRAS NA ASSOCIAÇÃO RECREATIVA



PESQUISA




Estatuto Editorial O Correio de Azeméis, no cumprimento duma obrigação legal, renova o conteúdo do seu Estatuto Editorial, na mesma linha que orientou as décadas que leva de publicação ininterrupta, de colocar os verdadeiros interesses do con­celho de Oliveira de Azeméis como sua prioridade inquestionável, não se misturando com os interesses de grupos, nomeadamente políticos. O Correio de Azeméis renova o com­promisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou detur­pando a informação.




REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2017