FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922





DIRETR
EDUARDO COSTA


2-10-2017, PINHEIRO DA BEMPOSTA
Pinheiro da Bemposta> Da autoria de Tavares Ribeiro
LIVRO ASSINALA COMEMORAÇÕES DOS 500 ANOS DO FORAL

Decorreu, recentemente, no salão da Junta de Freguesia de Pinheiro da Bemposta, um momento de partilha cultural que incluiu o lançamento de um livro sobre a vila.


O livro ‘Comemorações 500 Anos (1314-2014) do Foral de Figueiredo e Bemposta’, da autoria de Tavares Ribeiro e propriedade da União de Freguesias de Pinheiro da Bemposta, Travanca e Palmaz recorda a nobilitante efeméride e homenageia os que nela participaram.

Tavares Ribeiro, depois de agradecer a presença de tantos amigos, congratulou o facto de os pinheirenses sempre o terem acarinhado de uma forma única. Referindo-se à cultura como “área fundamental que temos de desenvolver cada vez mais”, sustentou que nestas páginas da atualidade agora em livro honra-se “a História e memória consciente de um legado de séculos que assume real importância”, pois, em seu entender, “(re)elevou-se, no coletivo, a vontade de renascer o gosto pela história e memória do que passou – e foi tão importante – que convida a fazer caminhos com andamentos promissores na indústria do turismo histórico-cultural”.

Nas palavras de Armindo Nunes, presidente da União de Freguesias de Pinheiro da Bemposta, Travanca e Palmaz, com este livro, “estamos a honrar pergaminhos passados e a escrever novo capítulo na rica história de Pinheiro da Bemposta e das terras de Travanca e Palmaz hoje agregadas na União de Freguesias”.

No que respeita às Comemorações do quinto centenário da atribuição do Foral, o autarca considerou que é importante “avivar os tempos de outrora, mostrar orgulho que temos na terra de onde somos”. Desse tempo longínquo “ficou uma cultura enraizada de séculos” e o património. “Precisamos aproveitar este património único no concelho e região como estratégico para o desenvolvimento da nossa Terra”, afirmou.


Riqueza histórica e patrimonial em conferência

A linha dessa estratégia ilustrou-se bem na conferência sobre o património da vila e, em particular, do lugar da Bemposta, pelo arquiteto pinheirense Luís Melo, a quem Armindo Nunes reconheceu mérito e dedicação aos valores patrimoniais e agradeceu a participação neste evento.

Com os olhos bem despertos para os valores patrimoniais, Luís Melo deu uma ‘lição’ sobre essa área, elaborando uma análise profunda, histórica e crítica sobre a arte patrimonial do edificado mais importante da vila e em especial na Bemposta. E nessa abordagem serviram como ponto de partida o conhecimento dedicado aos valores patrimoniais, a sua preservação, intervenção e valorização, como prioridade das prioridades que a vila pinheirense enfrenta para corrigir os défices estruturais de alguns locais, mas especialmente na zona histórica da Bemposta, onde se pretende potenciar a captação de pessoas, investimento, turismo.

Em seu entender, a história do antigo concelho está inscrita em cada monumento ainda em pé, mas vive-se um tempo crucial para o futuro da vila que, ou consegue apostar decisivamente, ou arrisca uma estagnação incompatível com o mundo atual.

O evento foi animado pelas atuações da Banda de Música de Pinheiro da Bemposta, associação Desafio D’Arte e Associação de Teatro Experimental do Curval.


 




OUTRAS
PINHEIRO DA BEMPOSTA
1-8-2017»  PROCISSÃO MOVEU MULTIDÃO
25-7-2017»  “UMA DEMONSTRAÇÃO DE TALENTOS”
4-7-2017»  MOINHO RENASCE COMO HOSTEL NO MEIO DA NATUREZA
26-6-2017»  COMISSÃO ORGANIZOU DIA ANIMADO
23-5-2017»  PATRONATO TRABALHA COM CORAÇÃO
23-5-2017»  PINHEIRO FRIO CONTINUA EM CRESCIMENTO
23-5-2017»  “TEMOS QUE PRESERVAR A IDENTIDADE DAS ESCOLAS”
23-5-2017»  COLETIVIDADE VIVE DO DINAMISMO DOS SEUS MEMBROS
23-5-2017»  CAPITAL HUMANO FAZ A DIFERENÇA
23-5-2017»  PROJETO AMBICIOSO NO HORIZONTE



PESQUISA




Estatuto Editorial O Correio de Azeméis, no cumprimento duma obrigação legal, renova o conteúdo do seu Estatuto Editorial, na mesma linha que orientou as décadas que leva de publicação ininterrupta, de colocar os verdadeiros interesses do con­celho de Oliveira de Azeméis como sua prioridade inquestionável, não se misturando com os interesses de grupos, nomeadamente políticos. O Correio de Azeméis renova o com­promisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou detur­pando a informação.




REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2017