FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922





DIRETR
EDUARDO COSTA


9-10-2017,
> Desconhecem-se as causas da morte
Mário César Pangaio encontrado sem vida

A morte está a causar muita consternação entre os amigos e familiares da vítima.


Foi encontrado, na passada sexta-feira, sem vida, numa zona de difícil acesso existente em Espiunca, no concelho de Arouca, Mário César Pangaio, que estava desaparecido desde quarta-feira.

No dia em que foi visto pela última vez, o presidente da Associação de Pais da Escola Soares Basto, em Oliveira de Azeméis, de onde era natural, e um dos fundadores da ‘Confraria do Arroz e Sabores de Azeméis’ (CASAZ), esteve num restaurante junto aos Passadiços do Paiva. No dia seguinte, uma funcionária do estabelecimento estranhou o facto de o carro da vítima ainda lá se encontrar e deu o alerta.

As buscas tiveram início cerca das 08h40 horas de sexta-feira e, durante a tarde, pelas 17h30, confirmou-se o pior cenário. O corpo de Mário Cesar Pangaio viria a ser encontrado num local próximo de uma rota pedestre, nas imediações de um miradouro em Vilarinho, por um drone que a família levou para o local para ajudar nas buscas. Tendo em conta as características do terreno, acidentado, os Bombeiros Voluntários de Arouca necessitaram de mobilizar para o local a equipa de resgate e salvamento em grande ângulo, tendo o óbito sido entretanto declarado.

As causas da morte são, para já, desconhecidas, sendo certo que Mário César Pangaio conhecia bem a zona onde foi encontrado morto, já que costumava fazer caminhadas por ali. Causou, contudo, estranheza, o facto de ter deixado, na sua viatura, os documentos e as chaves na ignição.

A morte do homem de 46 anos causou bastante surpresa e consternação, principalmente em Oliveira de Azeméis, onde praticamente todos o conheciam. “Na sua existência, as pessoas são insubstituíveis e, quando especiais, para além da falta que fazem àqueles que as amam, deixam o mundo mais pobre. O Mário César Pangaio ficará para sempre na nossa memória e na nossa história”, comunicou o Agrupamento de Escolas Soares Basto, lamentando o sucedido.


 




OUTRAS
11-12-2017»  Cerveja Vadia comemora dois anos de vida
11-12-2017»  Construir o futuro
11-12-2017»  Causa comum
11-12-2017»  Visão de futuro
11-12-2017»  “Sempre sonhei ter uma escola de dança”
11-12-2017»  Há 40 anos a dar o melhor em prol do doente
11-12-2017»  Cheto surpreende Presidente da República
11-12-2017»  Flor de César abre Loja da Igreja
11-12-2017»  Mérito escolar dos alunos reconhecido
11-12-2017»  “Somos um concelho que antecipa o futuro”



PESQUISA




Estatuto Editorial O Correio de Azeméis, no cumprimento duma obrigação legal, renova o conteúdo do seu Estatuto Editorial, na mesma linha que orientou as décadas que leva de publicação ininterrupta, de colocar os verdadeiros interesses do con­celho de Oliveira de Azeméis como sua prioridade inquestionável, não se misturando com os interesses de grupos, nomeadamente políticos. O Correio de Azeméis renova o com­promisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou detur­pando a informação.




REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2017