FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922





DIRETR
EDUARDO COSTA


9-10-2017, CUCUJÃES
Cucujães> Bombeiros controlaram as chamas ao fim de três horas
Incêndio destrói casa e desaloja família

Casal sexagenário foi acolhido por um filho e os dois irmãos da mulher, ambos doentes esquizofrénicos, seriam encaminhados para um hospital psiquiátrico


Diana Cohen

Uma moradia situada em Cucujães ardeu, na passada quinta-feira, na totalidade, desalojando um casal e dois familiares que também lá moravam.

Foi pelas 06h15 que os Bombeiros Voluntários de Oliveira de Azeméis receberam o alerta, mas quando as primeiras equipas chegaram ao local, na rua Condessa de Penha Longa, já pouco havia a fazer para salvar a casa e o respetivo recheio. Segundo fonte dos bombeiros, “a casa estava totalmente tomada pelas chamas”, pelo que a principal preocupação foi evitar que o fogo atingisse as habitações próximas.

O casal que lá habitava há mais de quatro décadas, ela com 67 anos, e ele, com 69, e os irmãos da mulher, de 47 e 51 anos de idade, ambos doentes esquizofrénicos, perderam tudo o que tinham. O fogo, de origem desconhecida, atingiu todas as divisões da casa e o teto acabou mesmo por desabar.

O incêndio desalojou, assim, as quatro pessoas, embora o casal tenha sido acolhido por um filho, residente na mesma freguesia. Já os dois irmãos foram transportados para o Hospital de S. João, no Porto, de onde iriam ser transferidos para o Hospital de Magalhães Lemos, uma vez que o sobrinho não tem condições para os acolher.

“Moravam aqui desde sempre e agora ficaram sem nada. São boas pessoas, sempre prontas a ajudar, por isso tenho muita pena do que lhes aconteceu e, tal como eu, está toda a gente solidária”, lamentava a vizinha Maria Emília Laranjeira, que assistiu à angústia dos moradores, sem nada poderem fazer enquanto as labaredas devastavam a casa.

A GNR esteve no local, mas, tendo em conta o tipo de ocorrência, a investigação cabe agora à Polícia Judiciária, que esteve, durante a manhã de quinta-feira, na residência a efetuar diligências no sentido de determinar as causas do incêndio.

Nas operações de combate às chamas estiveram envolvidos 18 elementos dos bombeiros, apoiados por seis veículos, tendo o incêndio sido dado como extinto cerca das ‘09h30. Apesar do grande aparato, não houve feridos a lamentar.



 




OUTRAS
CUCUJÃES
22-10-2017»  Crianças ajudam a alimentar cães abandonados
12-9-2017»  CONVÍVIO REUNIU 800 SENIORES EM BARCELOS
5-9-2017»  SIMÃO GODINHO PROMETE "TRANSFORMAR CUCUJÃES NUMA TERRA DE QUALIDADE"
29-8-2017»  SEDE DA CANDIDATURA PRETENDE SER ESPAÇO DE DIÁLOGO
8-8-2017»  GRACINDA LEAL PROMETE “NOVO CICLO”
1-8-2017»  ANTIGO LEITOR DA PARÓQUIA HOMENAGEADO
25-7-2017»  GALA UNIU A COMUNIDADE DA GANDARINHA
19-7-2017»  BIBLIOTECA MULTIFUNCIONAL JÁ AO SERVIÇO DA POPULAÇÃO
19-7-2017»  ARRUADAS ‘DESPERTARAM’ CUCUJANENSES
17-7-2017»  GOT TALENT GANDARINHA



PESQUISA




Estatuto Editorial O Correio de Azeméis, no cumprimento duma obrigação legal, renova o conteúdo do seu Estatuto Editorial, na mesma linha que orientou as décadas que leva de publicação ininterrupta, de colocar os verdadeiros interesses do con­celho de Oliveira de Azeméis como sua prioridade inquestionável, não se misturando com os interesses de grupos, nomeadamente políticos. O Correio de Azeméis renova o com­promisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou detur­pando a informação.




REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2017