FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922





DIRETR
EDUARDO COSTA


12-10-2017,
Ténis> João Moreira afirmou que esta edição não podia ter sido mais positiva
Objetivos do Open Azeméis estão a ser alcançados

O diretor do Open Azeméis não podia estar mais satisfeito com o sucesso da quarta edição deste que já é o terceiro melhor torneio de Portugal. João Moreira fala da prova e dos objetivos futuros. A 5ª edição já está na mira da organização.


Ana Catelas

Com um quadro de qualificação como nunca tinha tido antes, com mais jogadores que o habitual, oriundos alguns deles de outros continentes como a Austrália e a América, e com os candidatos à vitória a chegarem longe na prova. Assim foi a 4ª edição do Open Azeméis, que decorreu entre 23 e 30 de setembro no ‘Clube de Ténis de Azeméis’. Os elogios à organização foram muitos, o que prova a excelência de um torneio que se vai afirmando cada vez mais em Portugal.

“Não é normal que as organizações tenham uma atenção com os atletas como nós temos, por exemplo, fazermos transferes dos atletas do aeroporto para a cidade e vice-versa a custo zero”, começou por ressalvar João Moreira, diretor da prova e vice-presidente do ‘Clube de Ténis de Azeméis’. Além deste fator, o responsável referiu que outro dos elogios que recebe dos tenistas visitantes prende-se com o “acolhimento” que a organização oferece.


“O mais positivo que podia ser”

Para João Moreira, este torneio foi “o mais positivo que podia ser”. O diretor da prova salientou que os jogos das duas finais foram “muito disputados” e referiu que os objetivos da organização desde a primeira edição deste torneio estão a ser cumpridos. O primeiro, explicou, é divulgar e fomentar a modalidade e fazer chegar junto dos mais pequenos o que é o ténis profissional e daí a presença de jovens a auxiliar as provas como, por exemplo, apanha-bolas. “Pretendemos que eles tenham contacto com a modalidade, não apenas naquilo que estão habituados, na vertente interna e de treinos, mas também saberem como é que os atletas profissionais fazem e o que custa ser tenista profissional”, acrescentou aquele responsável.

A afluência ao ‘CTA’ também deixou a organização satisfeita, sobretudo nos dois primeiros dias de apuramento. “A afluência correu acima das nossas expectativas no primeiro fim de semana, mais do que habitualmente acontece nas provas de qualificação. As finais também se jogaram com as bancadas muito bem compostas, com pessoas que gostam de ténis e outros que vieram pela primeira vez”, confessou João Moreira, constatando que o “muito público” é sinónimo de uma “competição de grande nível”.


 




OUTRAS
11-12-2017»  Cerveja Vadia comemora dois anos de vida
11-12-2017»  Construir o futuro
11-12-2017»  Causa comum
11-12-2017»  Visão de futuro
11-12-2017»  “Sempre sonhei ter uma escola de dança”
11-12-2017»  Há 40 anos a dar o melhor em prol do doente
11-12-2017»  Cheto surpreende Presidente da República
11-12-2017»  Flor de César abre Loja da Igreja
11-12-2017»  Mérito escolar dos alunos reconhecido
11-12-2017»  “Somos um concelho que antecipa o futuro”



PESQUISA




Estatuto Editorial O Correio de Azeméis, no cumprimento duma obrigação legal, renova o conteúdo do seu Estatuto Editorial, na mesma linha que orientou as décadas que leva de publicação ininterrupta, de colocar os verdadeiros interesses do con­celho de Oliveira de Azeméis como sua prioridade inquestionável, não se misturando com os interesses de grupos, nomeadamente políticos. O Correio de Azeméis renova o com­promisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou detur­pando a informação.




REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2017