FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922





DIRETR
EDUARDO COSTA


13-11-2017,
Exclusivo> Cucujães: Atriz é a protagonista de filme português
“Ganhei uma paixão enorme pelo cinema”

A jovem atriz cucujanense Daniela Love regressou aos grandes ecrãs com ‘A Floresta das Almas Perdidas’, um filme de terror que já arrebatou prémios em alguns festivais e que está em exibição até amanhã no cinema do Dolce Vita Ovar.


Ana Filipa Pereira

A atriz cucujanense estreou-se no mundo do terror com o filme ‘A Floresta das Almas Perdidas’ e apesar de se sentir apoiada pelo público, revelou que o mundo do espetáculo não é um mar de rosas. “Ganhei uma paixão enorme pelo mundo do cinema. É preciso muito trabalho para ser atriz, muita força de vontade, é um trabalho que se vive 24 horas por dia. Aqui em Portugal há pouco emprego e muitos atores, mas acho que é preciso garra, é preciso trabalhar e se não houver coisas nós próprios temos que criá-las”, revelou aos microfones da Azeméis FM.
Apoiada pela família, Daniela Love tem-se mantido em Portugal, mas os planos de ir para lá da fronteira não foram postos de lado. “Equaciono a possibilidade de ir para fora mas por agora ainda não desisti de Portugal, estou a dar-lhe chances, tal como ele me tem dado a mim. Ainda não tenho perspetivas para o futuro, mas tenho muitas ambições”.
O filme de terror produzido pela Anexo 82 e realizado por José Pedro Lopes já recebeu alguns prémios desde que se estreou este ano nos grandes ecrãs, sendo vencedor de Melhor Filme no Festival de Cinema Fantástico de Bilbao e Melhor Realizador no Festival de Cinema de Terror de Manchester. “A oportunidade de participar foi-me dada pela agência onde o filme foi produzido porque já fiz alguns trabalhos com eles e fiquei bastante entusiasmada porque era uma personagem diferente de todas as outras que já tinha feito” mencionou Daniela Love.
O filme desenrola-se num lugar fictício, numa zona fronteiriça entre Portugal e Espanha e deve o seu nome a uma floresta localizada no Japão muito conhecida pela prática de suicídio. Num lugar sombrio, os destinos de Ricardo (Jorge Mota) e Carolina (Daniela Love), uma rapariga fascinada pelos mistérios da morte, cruzam-se quando ele tenta encontrar o sítio exato onde a filha se suicidou.

Um olhar pela vida
da cucujanense
Daniela Love tem já no currículo a participação nos telefilmes ‘Offline’ e ‘A Rapariga da Câmara de Filmar’. Nascida em 1992, a cucujanense é uma atriz formada pela Academia Contemporânea do Espetáculo. Em teatro integrou o elenco de ‘Inimigos de Classe’, uma encenação de João Paulo Costa (Teatro do Bolhão) e ‘O Maldoror está vivo!’, uma encenação de Pedro Fiuza (Teatro Bruto/Fábrica Social).
Em 2013, encenou por duas vezes leituras de textos literários: ‘Zona Interdita’ e ‘Incendiário ou Uma coisa a menos para adorar’.  
Em cinema destacam-se ainda do seu currículo as curtas-metragens ‘2000 pés’, ‘M is for Mail’, ‘Inauguração’ e, mais recentemente, ‘Laranja Amarelo’.
Para além de ter já participado em algumas publicidades e videoclips, fez ainda parte de alguns projetos de performance, tais como ‘Simulacro’ e ‘No hay banda’. 

 




OUTRAS
20-11-2017»   Vitinha homenageado pelas duas internacionalizações
20-11-2017»  Oliveirense leva o hóquei às escolas
20-11-2017»  Campeã nacional de regresso
20-11-2017»  NAC apresentou equipas para a época
20-11-2017»  Empenho valeu triunfo
20-11-2017»  Grupo JS disponibiliza autocarro ao Cesarense
20-11-2017»  Cesarense demorou a acertar com a baliza
20-11-2017»  Cesarense acordou na segunda parte
20-11-2017»  Pequenos do Ossela mostram qualidades
20-11-2017»  Loureiro soma oito jogos a ganhar



PESQUISA




Estatuto Editorial O Correio de Azeméis, no cumprimento duma obrigação legal, renova o conteúdo do seu Estatuto Editorial, na mesma linha que orientou as décadas que leva de publicação ininterrupta, de colocar os verdadeiros interesses do con­celho de Oliveira de Azeméis como sua prioridade inquestionável, não se misturando com os interesses de grupos, nomeadamente políticos. O Correio de Azeméis renova o com­promisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou detur­pando a informação.




REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2017