FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922





DIRETOR
EDUARDO COSTA


11-12-2017,
BILHETE POSTAL
O exemplo de Arménio



Eduardo Oliveira Costa*

“Vou construir aqui um centro novo da cidade!” Do alto do seu helicóptero, este amigo mostrava-me a quantidade de área que estava a adquirir para fazer o mais arrojado projeto da sua vida. “Meu caro, isso vai demorar umas duas décadas a fazer!”, comentei. “Ou mais!”, deu como resposta. “Bem, mas aí você vai ter mais de 90 anos!” Ele riu e disse: “Tenho a certeza de que vou viver pelo menos até aos 100!”
De facto, afinal tratava-se de um dos homens mais ricos do Estado de São Paulo, por isso devia saber o que estava a dizer. Um cancro ceifou-lhe a vida e os sonhos. Cerca de um ano depois desta conversa. Mesmo com cancro, difícil de suportar, sempre que podia visitava as obras, o escritório, dizia que se sentia vivo.
Em janeiro passado, em período que a sua doença já atacava o aspeto e o dia a dia, encontrámo-nos e ele quis combinar o sábado para irmos à famosa feijoada de um dos seus hotéis. Sempre o fazíamos. Eu escusei, no facto de ele estar em momento de doença que o debilitava. Insistiu. E lá estivemos, divertindo-nos como hábito, ele pouco comeu, mas acompanhou. Há dias o filho mais velho disse-me que ele lhe falou nesse almoço e que lhe disse que tinha gostado muito. Sobretudo, percebi o quanto era para si importante ter mantido aquele hábito.
Mas, sobretudo lembro o que também me dizia: “Vivo cada dia como se fosse viver para sempre!” Talvez esta atitude e fé tenha ajudado a prolongar a vida alguns anos. E, sobretudo, a vivê-la até ao último dia.
Este exemplo, notável, pode servir para muitos que vivem idênticas situações e para todos nós que estamos sujeitos ao mesmo. 
  
  *jornalista, presidente da
Associação Nacional
da Imprensa regional
Eduardo Oliveira Costa*

 




OUTRAS
15-1-2018»  Os mais de 2017
15-1-2018»  Aposta na inovação e qualidade elogiada pelos oliveirenses
15-1-2018»  Obras na Quinta do Barão continuam
15-1-2018»  Nogueira do Cravo respira teatro em janeiro
15-1-2018»  Amor à camisola e união antes do ‘ataque’ da ATEC
15-1-2018»  Ricardo Tavares é o novo presidente da Concelhia do PSD
15-1-2018»  “A violência nunca é uma forma de amar”
15-1-2018»  Sérgio Martins apresenta o ‘Homem + Forte de Portugal’
15-1-2018»  “Perdemos demasiado tempo a fazer estudos”
15-1-2018»  ACD Azagães celebrou duas décadas de vida



PESQUISA




Estatuto Editorial O Correio de Azeméis, no cumprimento duma obrigação legal, renova o conteúdo do seu Estatuto Editorial, na mesma linha que orientou as décadas que leva de publicação ininterrupta, de colocar os verdadeiros interesses do con­celho de Oliveira de Azeméis como sua prioridade inquestionável, não se misturando com os interesses de grupos, nomeadamente políticos. O Correio de Azeméis renova o com­promisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou detur­pando a informação.




REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2018