FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922





DIRETOR
EDUARDO COSTA


8-1-2018,
> Elevação a concelho celebrada com homenagens e concerto
Autarquia prestigia quatro oliveirenses

Para celebrar os 219 anos da elevação a concelho, a Câmara Municipal preparou um programa de atividades que visou celebrar o passado e o futuro da região através da distinção de individualidades que se destacam. A Biblioteca Municipal Ferreira de Castro recebeu a sessão de homenagem a quatro figuras oliveirenses.


Adriana Ribeiro

“Celebrar junto de quem é importante para a nossa história” foi a missão que o município estabeleceu para comemorar o 219.º aniversário da elevação de Oliveira de Azeméis a concelho. Para isso, a autarquia programou um conjunto de atividades que envolveu e distinguiu elementos da população.
A vereadora da Cultura, Ana de Jesus, explicou que a autarquia quis lembrar quem faz parte da história de Oliveira de Azeméis e projetar o que se quer para o ano seguinte.
Para recordar o passado, foi inaugurada a exposição ‘Oliverenses’, que está patente na Galeria Tomás Costa. A exposição dá a conhecer a história de algumas personalidades locais que se destacaram ao longo dos últimos 219 anos.
 Entre os nomes destacados encontra-se o do escritor José Maria Ferreira de Castro ou o de Maria Adília Alegria Martins da Almeida, que na década de 1920 impulsionou o ensino em Oliveira de Azeméis. A lista dos oliveirenses em exposição continua e pode ser descoberta até 27 de janeiro.
As distinções a quem ajudou a construir o concelho continuaram numa sessão de homenagem a quatro individualidades da terra. Os homenageados escolhidos foram Gaspar Domingues (arquiteto), Manuel Carlos Fernandes (fotógrafo/cultura), Manuel António Barbosa (cinema e desenho) e Maria Natália Godinho (professora). Um número que Ana de Jesus admite ter sido propositadamente reduzido para “termos a oportunidade de dizermos a cada uma delas o quanto são importantes nesta comunidade”.
Foi um momento emotivo, em que o presidente da autarquia, Joaquim Jorge, aproveitou para sublinhar que “a melhor forma de comemorarmos os 219 anos do nosso concelho é homenagearmos aqueles que, com os seus percursos de vida e com os seus exemplos, ajudaram a construir esta história riquíssima que temos e vivemos”. Distinção que o presidente considera merecida. “O concelho tem muitas potencialidades, mas os territórios sem pessoas são locais sem vida e, felizmente, temos muita gente no nosso concelho que nos honra num conjunto vastíssimo de áreas”, afirmou.
A olhar para o futuro de Oliveira de Azeméis, a vereadora da Cultura assegura que “os jovens têm e ser envolvidos nesta história” para garantir a continuidade do concelho. Por esse motivo, as festividades da elevação a concelho foram concluídas com um concerto no Cineteatro Caracas, pelas bandas juvenis de Pinheiro da Bemposta e de Loureiro.

-----------------

Homenageados

Nome: Gaspar André Moreira Domingues
Nascimento: 1927, Vila Nova de
Gaia
Área de distinção: Arquiteto
Professor em Oliveira de Azeméis foi também autarca local e destacou-se pela sua proximidade com a ação social e associativismo. Colaborou com a Santa Casa da Misericórdia de Oliveira de Azeméis por mais de 40 anos, dos quais, 24 foi provedor. É responsável por obras arquitetónicas locais como o antigo Quartel da Associação Comunitária dos Bombeiros de Oliveira de Azeméis, a Santa Casa da Misericórdia, a Associação Comercial, o Cine Teatro Caracas ou a Estalagem de S. Miguel.
“Fiz muito por Oliveira de Azeméis mas tudo o que fiz não foi à procura de prémios. Não sou oliveirense de nascença mas há muito de Oliveira de Azeméis em mim e agradeço a maneira como sempre me trataram”.

Nome: Manuel Carlos Fernandes
Nascimento: 1923, Vila Nova de Cerveira
Área de distinção: Fotografia/Cultura

Bancário de profissão, mas foi na cultura oliveirense que se revelou. Dedicou-se à Casa Museu Regional, onde é diretor e coordenador do boletim informativo da instituição. Sempre ligado à fotografia e ao vídeo, realizou documentários sobre a cultura e a tradição do país. Como fotógrafo, participou nas monografias de Macinhata da Seixa e de Felgueiras.
“Fiquei admirado e não queria acreditar quando fui convidado para esta homenagem porque não me considerava merecedor de tal distinção. Trabalhei em algumas coisas por gosto sem pensar que um dia isso seria reconhecido. Não nasci nesta terra, mas sou filho de cá porque me encontro nesta localidade há 74 anos”.

Nome: Manuel António Matos Barbosa
Nascimento: Oliveira de Azeméis, 1943
Área de distinção: Cinema e desenho

Dedicado sempre à cultura, em especial ao cinema e ao desenho, foi fundador e dirigente do já extinto Cineclube de Oliveira de Azeméis e da Federação Portuguesa de Cinema e Audiovisuais. Assinou alguns filmes amadores do cinema português, mais premiados internacionalmente quer na animação, quer documentários. Faz ilustração e cartoon na imprensa assim como banda desenhada.
“É necessário historiar e estudar Oliveira de Azeméis enquanto as pessoas estão por cá, porque sem o passado e o presente não vamos longe. Há um espólio muito grande que deve haver por todo o concelho e que não se deve perder. É preciso mostrar e contar”.

Nome: Maria Natália Bastos Godinho
Nascimento: Década de 1940, Ul
Área de distinção: Professora

Tornou-se, na época, uma das primeiras mulheres da freguesia de Ul a alcançar um estatuto académico superior. Distingue-se pela participação cívica, atividade social e política assim como envolvimento solidário.
“Foi com grande surpresa que fui informada que ia ser homenageada. Se é para homenagear uma vida normal, sem grandeza acrescida, então esse é o meu caso. Apenas procurei fazer o melhor que me era pedido. Então se fiz o que originou esta homenagem, será esse o legado àqueles que amo”.


 




OUTRAS
15-1-2018»  Os mais de 2017
15-1-2018»  Aposta na inovação e qualidade elogiada pelos oliveirenses
15-1-2018»  Obras na Quinta do Barão continuam
15-1-2018»  Nogueira do Cravo respira teatro em janeiro
15-1-2018»  Amor à camisola e união antes do ‘ataque’ da ATEC
15-1-2018»  Ricardo Tavares é o novo presidente da Concelhia do PSD
15-1-2018»  “A violência nunca é uma forma de amar”
15-1-2018»  Sérgio Martins apresenta o ‘Homem + Forte de Portugal’
15-1-2018»  “Perdemos demasiado tempo a fazer estudos”
15-1-2018»  ACD Azagães celebrou duas décadas de vida



PESQUISA




Estatuto Editorial O Correio de Azeméis, no cumprimento duma obrigação legal, renova o conteúdo do seu Estatuto Editorial, na mesma linha que orientou as décadas que leva de publicação ininterrupta, de colocar os verdadeiros interesses do con­celho de Oliveira de Azeméis como sua prioridade inquestionável, não se misturando com os interesses de grupos, nomeadamente políticos. O Correio de Azeméis renova o com­promisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou detur­pando a informação.




REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2018