FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922





DIRETOR
EDUARDO COSTA


9-1-2018,
> Presidente do Cesarense considerou atos no final do jogo “lamentáveis”
Cesarense teme penalização da Federação de Futebol



O presidente do Cesarense, Paulo Santos, espera que os atos de violência verificados no final do jogo entre o Cesarense e o FC Porto, a contar para o Campeonato Nacional da 1ª Divisão, no passado sábado, no Estádio do Mergulhão, não resultem numa multa para o emblema de Cesar por parte da Federação Portuguesa de Futebol. “Esperamos não ser penalizados porque já temos muitas dificuldades financeiras e isso só vinha agravar a nossa situação”, explicou Paulo Santos que, 24 horas após os incidentes em Cesar, recorda esses momentos que classifica de “lamentáveis” para o futebol português. “Foi o jogador do FC Porto, o Pedro Justiniano, que agrediu o nosso jogador Jacques”, afirmou, sem hesitar, o presidente do clube do concelho de Oliveira de Azeméis, acrescentando que também ele próprio foi “insultado” pelo jogador do FC Porto. “Eu fui agarrá-lo, na tentativa de serenar os ânimos, e ele ainda me insultou e agrediu”, lamentou Paulo Santos que ressalva, contudo, que as relações do Cesarense com o FC Porto “continuam boas”. “O FC Porto já falou connosco e está tudo bem”, adiantou o presidente que tem o FC Porto como o “clube do coração”.
Recorde-se que o Cesarense venceu o FC Porto por 3-1, num jogo memorável para os jovens de Cesar, que deram a volta ao marcador depois de estarem a perder por 0-1 com um golo madrugador de Júnior Maleck. “Ganhámos com todo o mérito e é pena o Cesarense ser falado por estes motivos dos confrontos. Dou os parabéns aos jogadores do Cesarense pela atitude em campo”, disse Paulo Santos, frisando que “foi uma grande vitória contra o melhor clube da 1ª Divisão Nacional de Juniores”.
Ana Catelas


 




OUTRAS
15-1-2018»  Os mais de 2017
15-1-2018»  Aposta na inovação e qualidade elogiada pelos oliveirenses
15-1-2018»  Obras na Quinta do Barão continuam
15-1-2018»  Nogueira do Cravo respira teatro em janeiro
15-1-2018»  Amor à camisola e união antes do ‘ataque’ da ATEC
15-1-2018»  Ricardo Tavares é o novo presidente da Concelhia do PSD
15-1-2018»  “A violência nunca é uma forma de amar”
15-1-2018»  Sérgio Martins apresenta o ‘Homem + Forte de Portugal’
15-1-2018»  “Perdemos demasiado tempo a fazer estudos”
15-1-2018»  ACD Azagães celebrou duas décadas de vida



PESQUISA




Estatuto Editorial O Correio de Azeméis, no cumprimento duma obrigação legal, renova o conteúdo do seu Estatuto Editorial, na mesma linha que orientou as décadas que leva de publicação ininterrupta, de colocar os verdadeiros interesses do con­celho de Oliveira de Azeméis como sua prioridade inquestionável, não se misturando com os interesses de grupos, nomeadamente políticos. O Correio de Azeméis renova o com­promisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou detur­pando a informação.




REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2018