FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922





DIRETOR
EDUARDO COSTA


5-2-2018,
Bilhete Postal
Confiança na justiça



Eduardo Oliveira Costa*

É positivo. É sobretudo bom para os Magistrados a ação firme sobre os corruptos na Justiça. Em todas as profissões os há. Preocupante seria não haver. Ou melhor, não vir a público qualquer caso. Significaria que eram cidadãos acima da Lei. Desde que me lembro sempre ouvi dizer que há casos de compra de sentenças. Isto é, pagam-se a Juízes para sentenças favoráveis, arquivamentos de processos, acusações contra alguns, condenações e para “empatar” processos ou acelerar.
É muito bom, por isso, que a Justiça encontre e julgue alguns dos seus pares corruptos. Como cidadão, sinto-me mais confiante na Justiça sabendo que esta não protege os seus, só para ficar bem na fotografia.
Há muito tempo, almoçava com um Procurador Geral da República, no Porto, na Ribeira, e este foi claro a dizer que o preocupava que alguns Juizes se achassem cidadãos especiais, com capacidades especiais. “Deus, os Juízes e depois os cidadãos”. Foram mais ou menos estas as suas palavras. Estas ações de caça à corrupção na Justiça prova que a Justiça vê os Magistrados como pessoas, como todas as demais, onde há também aqueles que não merecem exercer o nobre cargo. Como em todas as profissões.
Claro que não abona em nada certos atos, a roçar o ridículo, como andar atrás do ministro das Finanças por causa de uns bilhetes para um jogo. Mas ficou bem à Justiça decidir o caso em poucos dias. Pena é que não o faça sempre que uma suspeita cai sobre um cidadão. Seja ele ministro ou não. A suspeita às vezes equivale à condenação. Aguardar que seja esclarecida é o tempo de uma pena.

  *jornalista, presidente da Associação Nacional
da Imprensa regional

 




OUTRAS
13-2-2018»  Marionetas deliciaram crianças
13-2-2018»  Escolas vão ter selo de qualidade
13-2-2018»  Previsão de chuva empurra Carnaval para domingo
13-2-2018»  “Com muita humildade, o nosso objetivo é ser campeão de série”
13-2-2018»  Cucujães muito forte impôs goleada
13-2-2018»  “É uma conquista muito importante para nós”
12-2-2018»  “Flávio das Neves é um treinador com experiência”
12-2-2018»  FC Porto põe UDO fora da Taça
12-2-2018»  Oliveirense venceu o FC Porto no prolongamento
12-2-2018»  Taça escapou num jogo muito disputado



PESQUISA




Estatuto Editorial O Correio de Azeméis, no cumprimento duma obrigação legal, renova o conteúdo do seu Estatuto Editorial, na mesma linha que orientou as décadas que leva de publicação ininterrupta, de colocar os verdadeiros interesses do con­celho de Oliveira de Azeméis como sua prioridade inquestionável, não se misturando com os interesses de grupos, nomeadamente políticos. O Correio de Azeméis renova o com­promisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou detur­pando a informação.




REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2018