FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922





DIRETR
EDUARDO COSTA


15-4-2014,
> Vivenciada na Paróquia de Cesar desde a casa do cruzeiro até à igreja matriz
Entrada de Jesus em Jerusalém

Um cordão humano ligou a Casa do Cruzeiro à igreja matriz. Os momentos festivos do domingo de ramos foram aclamados por cânticos e danças de alegria. A multidão, de mãos dadas e unida na mesma fé, viveu, com grande intensidade, o memorial da entrada triunfal de Jesus na cidade santa. Carlos Costa Gomes


Depois das diversas celebrações no âmbito da vivência quaresmal, realizadas por todos os grupos de catequese e de jovens, de forma especial, a via-sacra pública e caminhada penitencial, no domingo de ramos, a paróquia de Cesar manifestou, publicamente, a fé no ressuscitado. Para quem marcou presença ou, simplesmente, assistiu, o momento vivenciado foi de um testemunho exemplar da vida cristã. O atrevimento - palavra de ordem para esta quaresma - marcou, fortemente, as cinco semanas que, passo a passo, introduziram, de modo mais intenso e sincero, a Paixão, Morte e Ressurreição. Para D. António Francisco, o desafio era “sairmos dos templos e sermos ousados, criativos e generosos para prosseguir o mistério de bondade e de esperança”, que é a Paixão de Cristo. “Meu Deus, meu Deus, porque me abandonaste” O Evangelho do domingo de ramos, como refere A. Couto, é um imenso impressionante relato da Paixão, que marca o ritmo da nossa Semana Santa. Nesta celebração, tudo caminha para o fim e para o princípio. Ouviremos os gritos do povo, as palavras dos chefes dos sacerdotes, os escribas, os anciãos, os ladrões: “Salva-Te a Ti mesmo e desce da cruz”. É na mesma celebração que tudo começa com o “meu Deus, meu Deus, porque Me abandonastes”… O desafio, de facto, é enorme! Na verdade, se, por um lado, parece que tudo termina com estas palavras, por outro, tudo se reinicia numa nova vida. Por isso, os jovens na celebração da entrada de Jesus em Jerusalém disseram: “Escuta! Não feches o ouvido do teu coração à voz do Senhor; liberta-te! Não fiques apenas nas atividades humanas, vive em conformidade com a Palavra de Deus; orienta-te! Jesus é a água viva que nos faz discernir; Decide-te! Seguir Jesus é seguir a luz da vida e quem anda na luz não anda nas trevas; Renova-te! Acreditar que todos dos dias podemos ressuscitar para a vida; Manifesta-te! Vive e sem medo anuncia Cristo Ressuscitado. Ele salvou a tua vida”. Mais uma celebração que marca o ano pastoral “Jovens, vós sois o fruto semeado que está a brotar. Crescei, pois, com vigor, fé e, acima de tudo, um amor generoso. O vosso trabalho tem sido, de facto, extraordinário belo e bom. A decoração do altar, simples, mas de beleza rara, como é a beleza de Deus; as via-sacras, simples, mas profundas de interioridade; a caminhada penitencial, simples, mas de intimidade avassaladora; e, por fim, a celebração de ramos, onde a generosidade e amor foram a medida da dádiva e da gratuidade que não têm medida”. Na verdade, os passos percorridos da Casa do Cruzeiro para a igreja, com a presença do Padre Joaquim Cavadas, marcam, de forma indelével, esta atividade que vem ganhando raízes. O dinamismo dos jovens e o olhar terno do pároco de Cesar são destaques impressionantes que anunciam a nova vida que vem do Alto.

 




OUTRAS
20-11-2017»   Vitinha homenageado pelas duas internacionalizações
20-11-2017»  Oliveirense leva o hóquei às escolas
20-11-2017»  Campeã nacional de regresso
20-11-2017»  NAC apresentou equipas para a época
20-11-2017»  Empenho valeu triunfo
20-11-2017»  Grupo JS disponibiliza autocarro ao Cesarense
20-11-2017»  Cesarense demorou a acertar com a baliza
20-11-2017»  Cesarense acordou na segunda parte
20-11-2017»  Pequenos do Ossela mostram qualidades
20-11-2017»  Loureiro soma oito jogos a ganhar



PESQUISA




Estatuto Editorial O Correio de Azeméis, no cumprimento duma obrigação legal, renova o conteúdo do seu Estatuto Editorial, na mesma linha que orientou as décadas que leva de publicação ininterrupta, de colocar os verdadeiros interesses do con­celho de Oliveira de Azeméis como sua prioridade inquestionável, não se misturando com os interesses de grupos, nomeadamente políticos. O Correio de Azeméis renova o com­promisso de respeitar os princípios deontológicos da imprensa e a ética profissional, de modo a não poder prosseguir apenas fins comerciais, nem abusar da boa fé dos leitores, encobrindo ou detur­pando a informação.




REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2017