FUNDADO EM 05 DE OUTUBRO DE 1922

DIRETOR
ANTÓNIO MAGALHÃES

SUB DIRETOR
EDUARDO COSTA


7-8-2012, CUCUJÃES
Cucujães> Paulo Neves à conversa com o Correio de Azeméis n O Mato
'O sítio mais bonito do mundo é Cucujães'

Um ponto de encontro com a arte e a cultura. Um habitat onde predomina o verde de que decorre, com naturalidade, a sua própria denominação O Mato . Um espaço original de Paulo Neves, o artista que adora Cucujães.





Angela Amorim

O Correio procurou Paulo Neves para conhecer o seu novo espaço - O Mato -, um santuário artístico que, de mãos dadas com a natureza, nos leva a uma espécie de mundo fantástico, qual Alice no país das maravilhas . Através duma estrutura de madeira entre o ateliê do artista e o ponto de encontro - que Paulo quer que seja de muitos artistas e não só -, faz-se a ponte entre o quotidiano deste profissional da arte e a exposição dum imaginário mágico, sedento de cultura, utopia e saber. Um espaço que não pretende ser galeria comercial, antes 'um local onde as pessoas se encontram com alguém fisicamente ou com o trabalho desse alguém',
Neste momento, naquela espécie de iglo em formato de cogumelo gigante , também a lembrar a casa dos sete anões da Branca de Neve , podem apreciar-se miniaturas de obras de 122 artistas de onze países diferentes, nomeadamente portugueses, espanhóis, brasileiros, italianos, franceses, alemães, cubanos, ingleses, sérvios, até setembro próximo. A partir de então perspetiva-se nova mostra, dessa vez de artistas plásticos holandeses.
Porém, Paulo Neves quer que O Mato ultrapasse as fronteiras das artes plásticas (pintura, escultura, desenho, gravura...). Paralelamente, pensa promover neste verdadeiro ponto de encontro outras iniciativas, relacionadas com a poesia, o teatro, o conhecimento... 'Este projeto não tem fins lucrativos, não é comercial. Quero apostar em coisas diferentes, caso contrário não precisava de criar um espaço novo, pois já existem tantos... há tantas galerias no país. Por exemplo: se tiveres uma ideia podemos levá-la a uma discussão, expondo-a aqui. Pode até ser uma exposição só com uma frase... a ideia que tiveste. Quiçá a exposição de um filósofo',

O Mato traz milhares a Cucujães
Desde a sua abertura ao público, em junho último, até ao momento as expetativas foram todas ultrapassadas, com uma média de visitantes de 30 pessoas diárias, batendo recordes os sábados e domingos, com cerca de 80 a 100 em cada um desses dias. 'Vêm de todo o lado; de Lisboa, Porto, Coimbra, Viseu, Braga... e acabam por se encontrar todas aqui, em Cucujães',
A partir daqui o mote que lhe é tão querido estava dado. Paulo Neves quedou-se por Cucujães e, quase sem se dar conta, pintou um dos melhores quadros desta freguesia. 'Eu nasci aqui. Adoro Cucujães. Costumo dizer a todos que o sítio mais bonito do mundo é Cucujães e já conheço alguma coisa do mundo, desde a Ásia à América Latina. De todos, Cucujães é o melhor. Costumo dizer que Cucujães é o centro do mundo. É aqui que me sinto bem; é aqui que tenho os meus ateliês; é aqui que respiro; é aqui que adormeço bem e acordo...',
Paulo já viu meio mundo e arredores, mas, como costuma dizer, 'acabo sempre por vir cá parar',


 




OUTRAS
CUCUJÃES
26-4-2017»  Farmácia centenária na linha da frente dos cuidados de saúde
11-4-2017»  Livro dá a conhecer Ferreira da Silva
2-4-2017»  “Perdemos tudo o que tínhamos”
26-3-2017»  Incêndio em habitação desaloja família
23-3-2017»  Festival de Tunas animou Cucujães
19-3-2017»  Paulo Neves inaugura montras da Livraria Lello
15-3-2017»  Capela do Mártir S. Sebastião com nova cara
11-3-2017»  Posto de Cucujães é prioridade do Governo
11-3-2017»  Fábrica evacuada devido a incêndio
7-3-2017»  Os mestres do improviso



PESQUISA





REDACÃO:
Edifício Rainha, 8º Piso
3720-232 Oliveira de Azeméis


CONTACTOS:
Telf: 256 04 98 90 * Fax: 256 04 62 63
Tlm: 939628533


Horário Atendimento: 2ª a 6ª - 9:00h / 18:00h
email: geral@correiodeazemeis.pt


Todos os direitos reservados, 2017