Em
Correio de Azeméis

10 Jan 2022

117

Delegada de saúde ainda não aprovou

Destaques Concelho

CÂMARA JÁ PROPÔS UM LOCAL PARA O CENTRO DE VACINAÇÃO

Segundo a Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis já há um sítio proposto para a reabertura de um Centro de Vacinação no concelho, mas a a situação carece da aprovação da Delegada de Saúde, que ainda não se pronunciou.

Na última reunião de câmara, a 30 de dezembro, a vereadora Joana Ferreira (PSD) questionou o executivo sobre a posição da profissional relativamente ao local proposto. Na resposta, Joaquim Jorge mostrou-se preocupado pelo atraso e pela falta de respostas por parte da autoridade sanitária. “A Delegada de Saúde ainda não se pronunciou sobre o local proposto, o que quer dizer que aquilo que estava previsto em termos da abertura do centro de vacinação [janeiro de 2022] começa a ficar comprometido”, referiu, na altura, o autarca. “Esperamos rápida resposta, sob pena de o local não reunir as condições necessárias e nós termos de avançar com alternativas”, concluiu.
É importante recordar que, até ao momento, todos os utentes oliveirenses são obrigados a deslocar-se ao Centro de Vacinação implementado no concelho de São João da Madeira para receberem a vacina da covid-19, situação que tem gerado transtornos e queixas por parte dos cidadãos.

Autarquia não divulga local

Questionada pelo Correio de Azeméis sobre a localização proposta à Delegação de Saúde para o novo Centro de Vacinação no concelho, a autarquia oliveirense não se pronuncia e prefere manter o assunto, por agora, em segredo. Há cerca de um mês e meio, em reunião de câmara pública, o executivo previa a abertura para este mês de janeiro. No entanto, o atraso na reposta e validação da proposta por parte da autoridade sanitária está a atrasar o processo numa altura em que a pandemia alcança um número recorde em Portugal e que a terceira dose (dose de reforço) está a ser administrada em força em todo o país.  

Oliveira de Azeméis é um concelho de “risco extremamente elevado”

À semelhança do resto do país, o concelho de Oliveira de Azeméis é considerado de “risco extremamente elevado”. Assim, observa-se um número de 2216 casos por 100 mil habitantes. À data da reunião de câmara pública, 30 de dezembro, o presidente da autarquia deu conta da situação epidemiológica. Assim, na unidade hospitalar local encontravam-se internadas 24 pessoas, “20 em enfermaria e quatro em unidades de cuidados intensivos (UCI)”, referiu o edil oliveirense acrescentando que desses 24 utentes hospitalizados, “nove são oliveirenses”, estando sete em enfermaria e dois em UCI. Os números podem ter sofrido ligeiras alterações nos últimos dias. Relativamente aos concelhos vizinhos, Santa Maria da Feira, São João da Madeira e Vale de Cambra, todos apresentam a mesma classificação quanto ao número de infeções.

Quatro IPSS’s apresentam surtos covid-19

“Aquilo que se verifica em todo o país é um crescimento acentuado do número de casos e esperamos, nos próximos dias, que sejam atingidos recordes”, afirmou Joaquim Jorge. Dessa forma, o concelho não foge à regra e apresenta quatro IPSS’s com “problemas a nível do contágio por covid-19”. “Estamos a falar de infeções em utentes, em familiares de pessoas que fazem serviço de apoio domiciliário, funcionários, ajudantes de ação direta dos lares, entre outros”, referiu.  “Não existe informação da situação nas escolas”, concluiu o presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. 
 

Oliveirenses com dificuldades para testar à covid-19

Locais disponíveis para testagem 
Oliveira de Azeméis:
Germano de Sousa (carece de marcação prévia)
- Unilabs - Oliveira de Azeméis (carece de marcação prévia)

Carregosa: 
- Farmácia Amorim 
- Unilabs - Carregosa

Cesar: 
- Farmácia de Cesar (durante a semana: ordem de chegada; fim-de-semana: carece de marcação prévia)
- Unilabs - Cesar

Cucujães: 
- Centro Médico da Praça – Vila de Cucujães (ordem de chegada)
- Farmácia Bessa (carece de marcação prévia)
- Farmácia de Cucujães (carece de marcação prévia)

Nogueira do Cravo: 
- Farmácia Conceição (carece de marcação prévia) 

Decorrente da obrigatoriedade de apresentação de teste negativo para diversas situações, entre as quais as festividades do Natal e Ano Novo, a corrida aos testes covid-19 tem-se intensificado a nível nacional. Oliveira de Azeméis não é diferente. No entanto, o concelho não apresenta soluções suficientes e devidamente distribuídas por toda a área geográfica que permitam aos utentes seguirem as recomendações da DGS, testando-se com frequência, de uma forma fácil e rápida. Apenas as freguesias de Oliveira de Azeméis, Carregosa, Cesar e Cucujães  e Nogueira do Cravo apresentam locais disponíveis para a realização de testes (consultar caixa), o que tem trazido algum transtorno à população das freguesias mais deslocadas, nomeadamente do sul do concelho.

PUB
Últimas Notícias
Casa das Associações recebe centro de vacinação
24/01/2022
A representação do concelho nas listas
24/01/2022
Oliveirenses nas listas por Aveiro
24/01/2022
Comerciantes notam falta de clientes
24/01/2022
“Tem as piores condições do distrito”
24/01/2022
“Teríamos uma ligação direta a Fajões”
24/01/2022
FERPINTA precisa de bons acessos à ZI de Ul/ Loureiro
19/01/2022
Oliveira de Azeméis será o único concelho do distrito sem centro de vacinação
19/01/2022