Em
Correio de Azeméis

31 Jan 2022

Líder foi a Cucujães e resolveu o jogo na primeira parte

Futebol Desporto

Campeonato SABSEG

A jogar diante de um candidato ao título, o Cucujães, que preparou este jogo com nove baixas no plantel e se apresentou com quatro juniores, procurava somar pontos, mas o Lamas fez jus à sua condição de líder do campeonato.
A equipa visitante desde cedo que criou perigo com Joel Santos a aparecer isolado logo aos 9’ e a ser João Santos a evitar o golo. Aos 20’, Vando ficou perto de marcar, mas valeu a atenção de Costa. Um minuto depois foi Joel Magalhães a evitar que o remate de Deco fosse na direção do golo naquele que foi o primeiro sinal de perigo do Cucujães. 
De canto, Crouch obrigou Xavier a defesa apertada. Aos 26’, o líder do campeonato chegou à vantagem por Vando que surgiu isolado para fazer o primeiro golo e já perto do intervalo o mesmo jogador ampliou a vantagem do Lamas num lance idêntico.  
Na segunda parte, o jogo perdeu algum gás, mas as equipas ainda criaram um ou outro lance de perigo, mas o marcador não mais se alterou. Vitória justa do Lamas numa partida em que é de elogiar a entrega dos jogadores do Cucujães ao jogo sabendo que a missão era difícil.
Sérgio Costa

 

Derrota ao cair do pano
Perante muito público, o Carregosense recebeu a Ovarense (1-2) depois de uma derrota pesada em Fiães (5-0) a meio da semana.
O Carregosense não entrou bem no jogo e logo aos 10’ Maté faz penálti, mas Carregosa, com uma defesa espetacular, defende o primeiro remate e a recarga. Mas, cinco minutos depois, num erro comprometedor de Guedes, os vareiros chegaram à vantagem por Mateus. 
Aos 20’, Guga leva o segundo amarelo e deixa a Ovarense em inferioridade numérica. O Carregosense assumiu as despesas do jogo e começou a criar algum perigo, mas até ao intervalo o resultado manteve-se, embora com sinal mais da equipa da casa.
Na segunda parte, e já aos 85’, Jonathan assiste Tiago Mano para o empate. O Carregosense procurou a vitória, mas aos 89’ a Ovarense, em contra-ataque, sentenciou a partida.
Resultado demasiado pesado para os da casa, que perderam o jogo porque o tentaram ganhar.

 

Descontos tramam o Cesarense
Uma tarde infeliz e desinspirada do Cesarense, associada a dificuldades acrescidas devido a lesões e à Covid-19, ditaram uma derrota caseira, frente ao Canedo (0-1), que quase hipotecou a ambição da equipa de chegar ao 4.º lugar e, assim, lutar pela subida aos Nacionais.
Depois de uma primeira parte sem golos, a etapa complementar foi mais emotiva e com as equipas a apresentarem um pendor mais atacante, mas os golos não surgiam muito por culpa da ineficácia dos homens da frente e também muito mérito dos guarda-redes. A equipa forasteira, com o passar do tempo, foi adotando uma postura mais ofensiva e recorrendo muito ao maior poder físico perante um Cesarense a ter cada vez mais bola, mas a não conseguir chegar com sucesso à baliza adversária. Já nos descontos, o Canedo, num rápido e eficaz contra-ataque, fez o golo da vitória. Na última jornada, o Cesarense desloca-se ao terreno da Ovarense onde só a vitória poderá garantir a 4.ª posição e, assim, um lugar na fase de subida. Uma tarefa difícil, mas possível.

 

Bustelo não marca há quatro jogos
Depois de três empates a zero consecutivos e de perdida a esperança de alcançar um lugar na fase de subida, o Bustelo procurava neste encontro amealhar mais alguns pontos para encarar a segunda fase de manutenção com mais tranquilidade mas saiu de Avanca derrotado por 1-0. Entrou melhor a equipa bustelense e na primeira metade, apesar de não ter um domínio avassalador, controlou a partida e foi a única equipa a dispor de oportunidades para marcar. O Bustelo ficou ainda a reclamar um penálti num lance em que Rui Silva parece ter sido puxado, mas o árbitro, apesar de levar o apito à boca, nada assinalou.
Na segunda metade, a história do jogo foi-se mantendo com Barreiro a desperdiçar mais uma boa ocasião e, no primeiro remate, os locais acabariam mesmo por se colocar em vantagem num remate forte de Daniel Silva (67’). Cinco minutos depois, o Bustelo ficou reduzido a dez por expulsão de Yorn, alegadamente por palavras, tornando mais difícil a tarefa da equipa para chegar, pelo menos, à igualdade.

 

Partilhar nas redes sociais

PUB
Últimas Notícias
Fernanda Almeida, artesã, que veio à Azeméis TV/FM falar da participação dos vários artesãos nas Festas de La Salette
11/08/2022
Luís Gomes venceu a Meta Volante em 'casa' com o apoio dos oliveirenses
11/08/2022
NIC de Oliveira de Azeméis recupera ouro furtado no valor de 10 mil euros
11/08/2022
Isabel Costa, presidente da Associação Recreativa e Cultural de S. Roque "A Chama" em entrevista
10/08/2022
Oliveirense defronta o Barcelos na Elite CUP já com VAR
10/08/2022
Oliveirense Hélder Gonçalves em ascensão na Volta a Portugal
10/08/2022
Preço dos Combustíveis ponto a ponto
9/08/2022
Simoldes investe no negócio da energia
9/08/2022
PUB
PUB