Em
Correio de Azeméis

14 Apr 2022

Manuel Pinheiro ficou sem 100 euros após burla cada vez mais frequente

Destaques Freguesias Cesar

Proprietário de quiosque, que anda em cadeira de rodas, continua sem reaver a verba há mais de um mês apesar de saber toda a identificação de quem o burlou

Manuel Pinheiro, proprietário do Quiosque Pinheiro, bem no centro da vila de Cesar, foi burlado por uma mulher que pediu para fazer um pagamento através do sistema de ‘Payshop, com entidade e referência, e ficou sem 99.11 euros, uma vez que a ‘cliente’ saiu sem pagar após a transação ter sido concluída.

Ana Catelas

Perante a situação, Manuel Pinheiro, que se desloca numa cadeira de rodas, não teve hipótese de sair do seu quiosque em Cesar e perseguir a burlona após se ter apercebido do que estava a acontecer. A burla aconteceu no passado dia 10 de março, mas na véspera a ‘cliente’ já tinha estado no seu estabelecimento a dizer que “precisava de fazer um pagamento urgente”, mas nesse dia o sistema de Payshop não estava a funcionar. “Chovia muito nessa tarde. Ela disse que estava a viver em Cesar há poucos dias e, nessa tarde, veio cá três vezes, mas não consegui fazer o pagamento porque havia um problema com a Vodafone”, recordou o proprietário do Quiosque Pinheiro, contando que, nesse mesmo dia, a mulher “na casa dos 30 anos”, terá ido “a Argoncilhe fazer o mesmo”.

A burlona, “bem falante”, residente em São João da Madeira, regressou então no dia 10 para consumar os seus intuitos. “Ela começou por perguntar se estava tudo bem, parecia que já me conhecia… não me dava a perceber o que ia fazer a seguir”, contou Manuel Pinheiro, que procedeu ao pagamento da conta da ‘cliente’ mesmo contra os alertas da empresa proprietária da Payshop. “A empresa já tinha avisado para nós não finalizarmos o pagamento sem antes recebermos o dinheiro primeiro, mas acho isso tão deselegante e nunca tinha tido problemas…”, referiu o dono do quiosque, contando ainda que, como era uma quantia elevada, a máquina pediu o cartão de cidadão que a mulher de pronto entregou. “Só mais tarde reparei que o cartão não era o dela, mas sim de um homem”, pormenorizou ainda Manuel Pinheiro.

Manuel Pinheiro, além de trabalhar no seu quiosque, é também quem trata das lides da casa e da esposa que vive acamada

Quando se preparava para receber os 99.11 euros da transação, o discurso da ‘cliente’ começou a mudar. “Ela perguntou se podia pagar com multibanco e depois disse que ia ali ao banco levantar o dinheiro. E eu pensei: então se tem cartão podia ter feito o pagamento num terminal multibanco", referiu a vítima. "Ela disse que ia ao carro buscar o cartão e nunca mais a vi”, explicou o lesado, que na altura pensou: “Já estou tramado”. Manuel Pinheiro ainda ligou ao banco para anular a transação, mas isso já não foi possível. Soube, no entanto, através da referência indicada pela mulher, que o dinheiro foi transferido para um cartão pré-pago.

“Fiquei furioso”, acrescentou o homem, que apresentou queixa contra desconhecidos na GNR de Cesar. “Depois fui lá levar as imagens, o vídeo das câmaras de vigilância do quiosque e todos os dados que consegui dela. A GNR considerou como sendo uma burla e encaminhou o caso para a Polícia Judiciária”, disse Manuel Pinheiro, que está neste quiosque de Cesar há quatro décadas e nunca tinha sido vítima de uma burla deste género.

Após o acontecimento, Manuel Pinheiro publicou as imagens da mulher nas redes sociais e garante “nunca recebi tantas chamadas como nesses dias”. “Ela já é muito conhecida e já fez isto em vários lados”, lamentou o proprietário do estabelecimento, que, apesar de ser conhecedor de toda a identificação da burlona, um mês depois do caso, continua sem reaver o seu dinheiro.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Banda de Música de Loureiro vai está presente nas festas em honra de Nossa Senhora de La Salette
8/08/2022
Três anos de projeto e nove meses de obras
8/08/2022
‘Carlos Osório’ certificado com a placa ‘Silver’
8/08/2022
Zé Pedro já assiste
8/08/2022
Borges é reforço
8/08/2022
Dupla reforça Futsal de Azeméis
8/08/2022
Pedro Silva continua ao leme do Carregosense
8/08/2022
Igreja Matriz renovada
8/08/2022
PUB
PUB