Mau serviço dos CTT é sentido em todo o concelho

Destaques Concelho

MUNÍCIPES DE VÁRIAS FREGUESIAS FIZERAM CHEGAR QUEIXAS AO CORREIO DE AZEMÉIS

Depois da reportagem levada a cabo pelo Correio de Azeméis, em que dois munícipes relataram a dificuldade sentida em receber os seus vales de reforma em casa, muitos oliveirenses fizeram chegar ao Correio de Azeméis queixas do “mau serviço” prestado pelos CTT. 
“Os serviços prestados pelos CTT são péssimos. Por exemplo, em Vilarinho de S. Luís, o carteiro só lá vai uma vez por semana e quando não falha”, referiu Carina Teixeira, em relação à distribuição da correspondência na freguesia de Palmaz. 
Na rede social Facebook, os munícipes queixam-se, sobretudo, do atraso com que chegam as cartas e que levam as pessoas a pagarem as suas contas com atraso, ou, por exemplo, não terem conhecimento de consultas. “É uma vergonha, se não fosse através do telemóvel as consultas do plano nacional de saúde não podiam ser feitas. É uma vergonha as cartas dos hospitais chegarem depois das consultas e já não falo das contas da luz que vêm depois do dia”, escreveu Sofia Pereira. 
Carla Costa relatou a mesma situação: “Contas que aparecem depois da data limite de pagamento, cartas de consultas médicas que não aparecem”, acrescentado que “uma carta levou um mês e meio a chegar de Cucujães a Pindelo”. 
Também Raquel Pinho referiu que na freguesia de São Roque “é uma lástima”. 

“Ainda hoje a minha filha foi apresentar uma reclamação, pois há três meses que não recebo correio, já tive problemas com a EDP por causa dos CTT”. 
Paulo Teixeira

“Encomendas já pagas, devolvidas ao expeditor fora de Portugal, sem deixar o respetivo aviso para levantamento. Cartas registadas na caixa do correio sem ninguém assinar, cartas de outras pessoas que nem moram na mesma rua dentro da nossa caixa do correio. Ainda hoje fui reclamar por uma encomenda vinda de França. Já foi devolvida por impossibilidade de encontrar o destinatário (…) Enfim. Tudo menos para aquilo a que são obrigados a fazer”.
José Leite

“Mesmo tudo mal nos nossos correios: cartas trocadas em moradas erradas. Isso implica muitos problemas com algumas contas pagas em atraso”. 
Manuela Oliveira

 

Deficiente serviço de distribuição postal em Oliveira de Azeméis 
As queixas fundamentadas dos cidadãos são muitas e causam perturbações e prejuízos. Já há algum tempo atrás que o Correio de Azeméis publicou reportagem alertando para este deficiente serviço. Nada mudou, contudo.
Voltamos agora ao assunto, são muitos os leitores que nos reclamam uma divulgação pública. “Ninguém nos ouve!”, dizem.
Conheço pessoalmente o responsável do centro de distribuição postal de Oliveira de Azeméis. Parece-me um profissional competente, cordial e zeloso. Também conheço profissionais que andam todos os dias no terreno, faça chuva ou sol, a cumprirem zelosamente a sua função. 
Claro que, como em tudo, haverá também menos zelosos profissionais.
Contudo, o que pode acontecer são os inadequados meios que o centro de distribuição postal dispõe, e se assim for, estas denúncias públicas podem contribuir para que ‘alguém do topo’ nos ouça. 
Eduardo Costa, diretor 
 

Partilhar nas redes sociais

PUB
Últimas Notícias
DIRETO > CARNAVAL DE VERÃO EM PINDELO
26/06/2022
João Paredes despede-se da Oliveirense e ruma ao Feirense
25/06/2022
CONCERTO DA BANDA MUSICAL DE FAJÕES COM 'VOZES DA RÁDIO'
25/06/2022
Maga e Miguel Pinheiro são reforços na Oliveirense
25/06/2022
Daniel Dias é vice-campeão nacional de Contrarrelógio
24/06/2022
Marcelo Marques vai continuar na Oliveirense
24/06/2022
Na área de acolhimento empresarial Ul/Loureiro
23/06/2022
André Martins é o novo treinador do Futsal de Azeméis
23/06/2022
PUB
PUB