“O futebol tem sido desrespeitado”

Desporto Futebol

O Campeonato Sabseg arrancou depois de seis meses parado devido à pandemia provocada pela Covid-19. A AFA tinha duas opções: ou avançava ou aguardava por ordens da Direção Geral da Saúde (DGS) para quando pudesse haver público nos estádios. “O futebol tem sido desrespeitado, em comparação com outras modalidades, e iniciar mostrava que também era possível”, afirmou o presidente Arménio Pinho. Arménio Pinho, presidente da Associação de Futebol de Aveiro (AFA), avançou, no programa ‘Desporto em Análise’ de Hermínio Loureiro, na Azeméis FM/TV, que a primeira jornada correu bem “em termos de jogo”, mas que “até lá [início do campeonato] foi um martírio”, disse, ao referir-se a toda a polémica envolvente com a possibilidade de adiamento do campeonato. Apesar de estar ciente da crise que os clubes atravessam devido à falta de receitas por não haver público, Arménio Pinho afirma que têm que “partir do pressuposto” que poderão “brevemente colocar pessoas nos estádios”. O representante do futebol aveirense enfatizou a criação da primeira Fantasy League de futebol distrital, a Liga Virtual, promovida pela AFA TV em parceria com a RealFevr, de forma a assegurar a interação dos adeptos, ao integrarem a competição numa plataforma digital. “A nossa ideia era ultrapassarmos as duas mil pessoas e foi um sucesso em menos de 48 horas. Temos apostadores de todo o mundo”, revelou o dirigente aveirense, adiantando que pretendem dinamizar e subir de patamar para tentarem transmitir os jogos da Zona Norte e da Zona Sul em tempo real. Higiene e segurança controladas antes dos jogos “Com humildade tudo se resolve, este campeonato está fortíssimo, é dentro do campo que as coisas se resolvem e nós estaremos lá para os clubes”, admitiu Arménio Pinho. Por agora, o presidente esclareceu que a Associação de Futebol de Aveiro está a seguir as medidas ao colocar delegados em todos os campos para regularizarem a higiene e segurança antes dos jogos e procederam à afixação dos planos de contingência em todos os clubes. Formação depende da evolução do vírus Outra questão que tem sido adiada, e continua a ser uma dúvida para os clubes, é a formação dos jovens jogadores. Arménio Pinho acredita que, dentro de duas ou três semanas, poderá ser feita a marcação da competição. Contudo, o presidente da AFA defende que tudo depende da evolução da situação de contágios de Covid-19. AFA também tem encargos financeiros O Correio de Azeméis avançou, na última edição, que o líder da AFA, Arménio Pinho, afirmou reunir-se várias vezes com os clubes e que, inclusive, esclareceu todos os termos de relação entre os clubes e a Associação, no que diz respeito aos planos de contingência, à formação, taxas de jogo e ao início do campeonato. Neste seguimento, o presidente pediu que os clubes se reinventassem para angariarem dinheiro, uma vez que não têm autorização para terem público nos estádios. A redução das taxas que a AFA cobra aos clubes não é uma opção devido às despesas que a associação também tem, conforme referiu o seu representante. Aldeia do Futebol de Aveiro quase concluída A obra envolvente ao Estádio Municipal de Aveiro, acordada entre a Câmara de Aveiro e a AFA, estava prevista terminar no último trimestre deste ano com três campos de futebol de 11, dois de futebol de 7 e um de futebol de 9. A Associação ficou responsável por construir a ‘Aldeia do Futebol de Aveiro’, um projeto que prevê dois campos de relva sintética, um destinado ao futebol de 11 e outro ao futebol de 7, dez balneários, uma área dedicada ao futebol de praia e um pavilhão. “Se havia pior ano para começar [a obra] era este”, desabafou o presidente, Arménio Pinho. “A obra acelerou e a primeira fase só não está praticamente concluída devido a todo o contexto da Covid-19”, afirmou o dirigente, adiantando que, apesar de a obra não estar terminada, o Parque Desportivo de Aveiro estará pronto dentro de um mês para utilização das seleções e da Câmara de Aveiro, consoante o que ficou estabelecido para utilização da Câmara também. “Já tem iluminação, água e seis balneários”, referiu Arménio Pinho.

Partilhar nas redes sociais

PUB
Últimas Notícias
Fernanda Almeida, artesã, que veio à Azeméis TV/FM falar da participação dos vários artesãos nas Festas de La Salette
11/08/2022
Luís Gomes venceu a Meta Volante em 'casa' com o apoio dos oliveirenses
11/08/2022
NIC de Oliveira de Azeméis recupera ouro furtado no valor de 10 mil euros
11/08/2022
Isabel Costa, presidente da Associação Recreativa e Cultural de S. Roque "A Chama" em entrevista
10/08/2022
Oliveirense defronta o Barcelos na Elite CUP já com VAR
10/08/2022
Oliveirense Hélder Gonçalves em ascensão na Volta a Portugal
10/08/2022
Preço dos Combustíveis ponto a ponto
9/08/2022
Simoldes investe no negócio da energia
9/08/2022
PUB
PUB