António Magalhães

No centenário do Padre Reis

Nascido a 28 de Janeiro de 1923, na vizinha freguesia de Válega, o Padre Manuel Pereira Reis celebrou a primeira Missa em Macinhata da Seixa no dia 13 de Dezembro de 1975. A última, já com visível sacrifício, teria lugar a 10 de Julho de 2000. A partir daí, um doloroso calvário até que a morte veio pôr termo ao longo martírio no dia 23 de Outubro de 2000. Ordenado sacerdote na Sé do Porto aos vinte e três anos de idade, em 1946, o jovem pastor foi nomeado coadjutor da paróquia de Valbom, no concelho de Gondomar, de onde rumaria até Albergaria das Cabras e de Cabreiros; daqui para terras de Pedorido, do concelho de Castelo de Paiva, e aí arrostaria com a conclusão das obras da nova igreja paroquial.

24/01/2023

António Magalhães

Praça Maior… ou Praça do Município?

Na sessão de 18 de Outubro de 1881, a Câmara Municipal, então presidida pelo Dr. António Simões dos Reis, e com a presença dos vereadores António Ferreira da Costa Pinto, Joaquim Ferreira de Castro e Manuel Soares de Oliveira Cravo (Barão de São João de Loureiro por concessão do rei D. Luís, em 1886), deliberou dar o nome de Largo do Município à praça fronteira aos Paços do Concelho, então bastante mais extensa, conhecida até aí por Largo da Cadeia.

17/01/2023

António Magalhães

Vitória do bom senso

Segundo li nestas colunas – e é a única informação de que disponho – o problema da desagregação de freguesias parece estar resolvido. As freguesias de Pindelo e Nogueira do Cravo serão as únicas restauradas. A maior das uniões não pode ser desfeita porque é exígua a população de Madail. As freguesias de Pinheiro da Bemposta, Palmaz e Travanca continuarão unidas, embora, ao que parece, contra a vontade da maioria das três populações: venceu o “poder” de alguns, os interesses de um ou outro, a inércia e o comodismo de muitos.

13/12/2022

António Magalhães

Nossa Senhora de Lourdes na Quinta da Costeira

Foi no dia 11 de Fevereiro de 1858. Bernardette Soubirous, de apenas catorze anos, mais uma irmã e uma amiga, recolhiam ramos de árvores deixados pela corrente do rio Gave, junto à gruta de Massabielle, nos Altos Pirenéus, terras de França. Sentindo um rumor estranho, Bernardette olhou a gruta, de onde saiu uma senhora jovem que se aproximou e com ela rezou o terço. Seguiram-se mais dezassete aparições. A última, em 16 de Julho, festa litúrgica de Nossa Senhora do Carmo. Antes, em 25 de Março, anunciou-se: “Eu sou a Imaculada Conceição”.

9/08/2022

Últimas Notícias
Idosos evacuados de casa pelos bombeiros
7/02/2023
Derrota no último minuto
6/02/2023
Ossela B volta a ganhar
6/02/2023
Oliveirense meteu a quinta!
6/02/2023
CD Cucujães voltou às vitórias
6/02/2023
Oliveirense B volta a ganhar
6/02/2023