Em
Correio de Azeméis

27 Jul 2022

Arnette Hallman e André Bessa regressam à Oliveirense

Destaques Desporto Basquetebol

Plantel da equipa que foi bicampeã há três anos tem apenas quatro jogadores assegurados até ao momento

A menos de um mês do início da pré-época, a Oliveirense tem apenas quatro jogadores garantidos no plantel. Arnette Hallman e André Bessa estão de regresso à Oliveirense, Henrique Barros é reforço e João Balseiro é a única renovação até ao momento e pode ser mesmo o único jogador que transita da época passada.

Ana Catelas

A indefinição quanto ao futuro da equipa, precipitada pelos sucessivos adiamentos nas eleições para os novos órgãos sociais, e que acabou com uma troca na liderança diretiva na modalidade, não permitiu acautelar a renovação com os jogadores da última época nem assegurar a contratação dos atletas necessários atempadamente.

Arnette Hallman e André Bessa já estão assegurados no clube de Oliveira de Azeméis. Hallman, que deixou a Oliveirense após se sagrar campeão nacional em 2017/18 para rumar ao Benfica, vê assim concretizada uma vontade antiga de regressar à Oliveirense. Antes de vestir a camisola da Oliveirense pela primeira vez, na temporada 2016/17, o extremo representou o FC Porto, onde conquistou um título nacional e uma Taça da Liga. Este ano, o jogador português, de 34 anos, deixa o Benfica após festejar a conquista do seu terceiro título de campeão. Com formação no Belenenses, Portugal Telecom, Algés e Benfica, Arnette Hallman vestiu também a camisola dos seniores do Belenenses, Breogán (Espanha), Académica, UB Chartres (França) e Sorgues (França) antes de ingressar no FC Porto, Oliveirense e Benfica.

André Bessa também vai voltar a vestir a camisola unionista. O base chegou pela primeira vez à Oliveirense na temporada 2018/19, uma época histórica para o emblema de Oliveira de Azeméis que se sagrou bicampeão nacional. Nessa temporada, Bessa participou em 47 jogos e marcou uma média de 4,6 pontos por jogo. Na época seguinte, o base, de 33 anos, fez apenas 27 jogos e, no final, acabou por sair rumo ao Vitória de Guimarães, onde permaneceu nas últimas duas temporadas.

Já o extremo Henrique Barros vai ser uma estreia na equipa que continua a ser comandada pelo técnico João Figueiredo. O jogador, de 23 anos, representou, nas últimas três épocas, o Esgueira, que deixou agora após a conquista do título da Proliga e da consequente subida ao principal escalão do basquetebol português. No último campeonato, Henrique Barros fez 25 jogos e marcou uma média de 9,5 pontos por jogo.

 

Da última época apenas Balseiro está garantido

O treinador João Figueiredo vai assumir um plantel totalmente renovado na próxima temporada e vai formar uma equipa praticamente do zero, uma vez que até ao momento apenas o base João Balseiro tem a continuidade assegurada. O jogador de 35 anos vai para a sexta época no clube de Oliveira de Azeméis. O base Pedro Catarino ainda está a ponderar o seu futuro, que pode voltar a passar pela Oliveirense, mas ainda não está garantido.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Banda de Música de Loureiro vai está presente nas festas em honra de Nossa Senhora de La Salette
8/08/2022
Três anos de projeto e nove meses de obras
8/08/2022
‘Carlos Osório’ certificado com a placa ‘Silver’
8/08/2022
Zé Pedro já assiste
8/08/2022
Borges é reforço
8/08/2022
Dupla reforça Futsal de Azeméis
8/08/2022
Pedro Silva continua ao leme do Carregosense
8/08/2022
Igreja Matriz renovada
8/08/2022
PUB
PUB