Em
Correio de Azeméis

26 Sep 2022

Cidade recebeu a segunda edição do ‘Sabores da Nossa Terra’

Destaques Concelho

MARCARAM PRESENÇA RESTAURANTES, MARCAS E PRODUTORES LOCAIS

Nos dias 23 e 24 de setembro, o Largo da República, em Oliveira de Azeméis, voltou a receber os ‘Sabores da Nossa Terra”. A iniciativa partiu da ‘Associação Comercial dos Concelhos de Oliveira de Azeméis e Vale de Cambra’ e contou com o apoio da câmara municipal. Diversos restaurantes, marcas e produtores regionais tiveram a oportunidade de mostrar e dar a provar o que de melhor se faz no plano gastronómico do concelho.

Joaquim Jorge, presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, Manuel Tavares, presidente da ‘Associação Comercial’, Francisco Silva da ‘Associação Comercial’ e Rosa Sacramento proprietária da ‘Confeitaria Ideal, foram os convidados do painel de conversa, transmitido pela ‘Azeméis TV/FM’ que marcou o início da segunda edição dos ‘Sabores da Nossa Terra’.  

Um projeto com margem de crescimento
“Reúne todas as condições para vencer, ir crescendo e se afirmar no futuro. É evidente que temos que dar tempo aos eventos. Não podemos esperar que os eventos logo que nasçam, adquiram a dimensão e a importância que desejamos. E nós temos muitos bons exemplos em Oliveira de Azeméis e na nossa região de eventos que começaram, iniciaram o seu caminho, que se consolidaram e hoje são realidades incontornáveis O grande desafio é esse. É continuarmos a fazer o nosso trabalho, continuar a trazer cada vez mais participantes e tentar diversificar a oferta.” 
Joaquim Jorge, presidente da câmara municipal

A organização do evento
“Estão reunidas todas as condições para que este evento tenha êxito. A grande novidade deste ano são as tendas e a qualidade das instalações. Comunicámos com muitos associados de fora do centro urbano. Uma das nossas intenções para este evento era chamar da periferia o que de bom temos no concelho.  Mas a falta de recursos humanos por parte de alguns dos nossos associados não permitiu que todos os que foram convidados estivessem aqui presentes”. 
Manuel Tavares, presidente da ‘Associação Comercial’ 

Apoiar o comercial local
“A missão da ‘associação comercial’ é a defesa do comércio local. Todos sabemos que saímos de um período difícil. Depende de todos nós e da conjugação de esforços, que aqui estão reunidos, fazer algo que contrarie tendências menos positivas. E esse é um dos objetivos deste evento, naturalmente. Este é um processo que depende, também, da resiliência e na aposta de trabalhos bem feitos. Temos a novidade de trazer comerciantes da periferia, de trazer o comércio ao centro.” 
Francisco Silva, tesoureiro da ‘Associação Comercial’ 

O apelo dos comerciantes
“Só posso agradecer pelos eventos que sejam feitos na minha rua. Atraem pessoas que nos darão possibilidades de efetuarmos o nosso negócio. Sem dúvida que estamos a viver uma fase complicada, todos nós. Qualquer evento que surja aqui é sempre bom. Sendo eu uma representante dos nossos comerciantes, só quero pedir ao nosso presidente e à ‘associação comercial’ que realizem mais eventos para atrair pessoas”.
Rosa Sacramento, proprietária da ‘Confeitaria Ideal’

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Do assédio moral no trabalho
29/11/2022
Trabalhar Para Mudar
29/11/2022
Politicamente (in)correto
29/11/2022
Construir o futuro
29/11/2022
Contraditório
29/11/2022
Visão de Futuro
29/11/2022
Património (I)material
29/11/2022
Então, e a economia?
29/11/2022
PUB