DAR: Viver em Prol do Outro

Freguesias Exclusivos Fajões

> ASSOCIAÇÃO FAJONENSE QUER CRESCER

Com três anos de ação de âmbito social na freguesia de Fajões e no concelho de Oliveira de Azeméis, a DAR – Doações com Amor e Respeito, é uma associação que pretende formar uma comunidade mais solidária e humana. A presidente, Sofia Aguiar, esteve nos estúdios da Azeméis TV/FM para falar sobre o percurso da DAR e do sonho pessoal que tem em “dar com amor, mas sempre com respeito”. Para além disso, alertou para a necessidade de envolvimento dos oliveirenses para um caso que a associação tem em mãos: a reconstrução da casa da família Oliveira, que ardeu num incêndio, há uma semana.

O objetivo 
“Todo o trabalho que temos desenvolvido pretende dignificar as pessoas com qualidade de vida, ao nível da roupa, calçado e, principalmente, em termos de alimentação e habitabilidade. Um dos nosso objetivos principais é desenvolver a freguesia”. 

“A sensibilidade dos outros toca-me”
“Tenho alguns problemas de saúde, mas graças a Deus nunca me faltou nada (…) Penso que seja meu dever moral, graças à excelente educação que tenho, sempre que possível, ajudar os outros. Pessoalmente, tenho imenso gosto em ajudar as pessoas, de coração. Faço-o porque tenho imensa felicidade quando vejo que permiti que outra pessoa fosse feliz”. 

O projeto que “cresceu muito na pandemia”
“Durante os confinamentos devido à pandemia, em que éramos obrigados a estar muito tempo em casa, notava-se, perfeitamente, as pessoas que estavam na rua porque não tinham casa. Nessa altura, eu e alguns voluntários da freguesia, começámos a encontrar-nos para doar alimentos aos sem abrigo e juntar bens essenciais, como roupa e calçado”. 
Como age a DAR no terreno
“Sempre que recebemos algum pedido de ajuda, eu mesma me desloco ao local em tempo útil. Tento ir ao terreno falar com as pessoas mais do que uma vez para avaliar as situações. Percebo o que aquela pessoa precisa e se estiver ao meu alcance, ajudo logo. Há pessoas que fingem e acabam por se aproveitar destas ajudas (…) Muitas vezes encaminhamos casos para a junta de freguesia ou até para a Segurança Social”.

A reconstrução da casa da família Oliveira: “Uma tragédia sem precedentes na freguesia”
“Fomos nomeados pelo presidente da junta para abraçar este caso, uma vez que já fizemos uma coisa do género. Como sou natural da freguesia, já há credibilidade na minha pessoa, e como sou amiga da família em questão, associar-me a esta causa foi bom para fazer levantar a associação e dizermos que ela existe (…) Abrimos uma conta solidária e temos profissionais da freguesia, da confiança de todos, a trabalhar. Já temos 500 euros, mas precisamos de muito mais”.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
José Costa, bombeiro oliveirense, homenageado com mérito profissional pelo Rotary Club de Oliveira de Azeméis
28/01/2023
Dois feridos numa colisão em Macieira de Sarnes
28/01/2023
Serginho é reforço e já treina na Oliveirense
27/01/2023
Cesar recebeu torneio de semirrápidas
27/01/2023
Congresso da Indústria de Moldes regressa a Oliveira de Azeméis
27/01/2023
Homem detido por furto em estabelecimentos comerciais
26/01/2023
Inscrições abertas para o 3º “Street Food & Beer
26/01/2023
Miura, jogador de 55 anos, já está em Oliveira de Azeméis
26/01/2023