“Não foi um gasto, foi um investimento”

Destaques Reuniões de Cãmara e Assembleia Municipal

AUTARQUIA PAGOU 12300 EUROS POR 90 SEGUNDOS DE IMAGENS EM NOVELA DA SIC

Imagens do concelho de Oliveira de Azeméis apareceram durante noventa segundos num dos episódios da nova novela da SIC, “Lua de Mel”, fruto de um protocolo assinado com a produtora SP Televisão, depois de aprovado, em maio deste ano, em reunião de executivo camarário.

A aprovação deu-se com os votos contra do PSD, pelo que o vereador social-democrata, José Campos, na última reunião de câmara, questionou o presidente, Joaquim Jorge, se o resultado do protocolo tinha “ido ao encontro das expetativas e dos objetivos elencados no acordo”. José Campos (PSD) referiu que o partido “mantém a posição” e considerou que os 12 300 euros foram um “gasto”.  “Uma coisa é certa, isto serviu para promover a telenovela porque, tal como eu, muitos oliveirenses que nunca tinham visto nenhum episódio tiveram curiosidade e foram ver. Mas a questão é se serviu para promover Oliveira de Azeméis”, questionou retoricamente o social democrata. “Não achamos que é em noventa segundos de imagens aéreas de alguns locais do nosso território que se promove condignamente Oliveira de Azeméis. Seria melhor através da promoção de outro tipo de eventos”, acrescentou José Campos (PSD). 
O presidente da autarquia, Joaquim Jorge, respondeu que “sim”, considera que o “investimento respondeu aos objetivos” descritos no protocolo assinado com a SP Televisão, tais como a “promoção da terra e das suas gentes, o seu património e tradições”, a “correção de assimetrias territoriais e de desenvolvimento humano, social, económico e cultural”, “dinamização da cidade”, a “potenciação do turismo, da economia e do comércio local”. O edil oliveirense referiu, ainda, que “hoje se fazem estas coisas com robustez financeiras”, enquanto “no passado se faziam sem critério e a gastar dinheiro que não se tinha”. “Vi muitas pessoas satisfeitas por verem o seu concelho em prime time com muita gente a assistir ao episódio”, referiu Joaquim Jorge. “Se há eventos de massas que atraem as pessoas para o ecrã sãos os jogos de futebol e as telenovelas”, acrescentou. 

A PALAVRA DOS CIDADÃOS
“Eu moro numa das habitações sociais, e queria dizer que com o tempo, as janelas da minha cozinha e da minha sala, foram perdendo esferas e não dão para abrir. Já dei conhecimento à câmara antes da pandemia, mas nunca obtive reposta. Para além disso tenho o chão do meu corredor e do quarto da minha mãe, que tem 86 anos e está acamada, está a levantar. Queria também que o meu elevador pudesse chegar até à garagem porque temos dificuldade em descer degraus com a minha mãe que usa cadeira de rodas”. 
Maria Isabel 

Joaquim Jorge respondeu: 
O presidente do executivo, Joaquim Jorge, garantiu à munícipe que vai “olhar para estes assuntos”, mas referiu que é “importante ter atenção que podem haver alguns aspetos que podem não estar dentro das intervenções que a câmara municipal tem de fazer”. “Por exemplo, esta questão do elevador ir até à garagem deve ser uma questão de condomínio”, referiu. “Vamos inteirar-nos do assunto e articular com o condomínio para ver o que podemos fazer”, acrescentou Joaquim Jorge.

 

Tribunal do trabalho: “Desconheço que as obras não se vão realizar”
Carla Rodrigues fez referência ao discurso levado a cabo pelo presidente da câmara, a 24 de junho de 2021, relativo ao Tribunal do Trabalho de Oliveira de Azeméis, em que Joaquim Jorge referiu que “ia ser lançado a concurso o projeto de requalificação para que a empreitada fosse iniciada em 2022”. No entanto, volvido um ano e não iniciadas as obras, a vereadora do PSD mostrou-se preocupada, uma vez que “o município corre sério risco de perder o tribunal do trabalho e os juízes de execução”. 
Para além disso, a vereadora citou a resposta da Ministra da Justiça, na Assembleia da República, a perguntas colocadas por Helga Correia. Nesse discurso, Carla Rodrigues enalteceu a “solicitação da cessação da cedência do espaço” onde estão instalados os juízes de execução, assim como a possível “transferência para Vale de Cambra ou São João da Madeira”. “Os próprios funcionários dos tribunais já foram informados dessa mudança”, referiu a vereadora. “O que dizem é que o investimento para a requalificação é muito avultado, e que a solução passa pela transferência para S. João da Madeira”, acrescentou. 
O edil começou por referir que “desconhece que as obras não se vão realizar, tal como a intenção de transferir os juízes para outros concelhos”. “Muito recentemente fomos novamente envolvidos no processo e estamos a procurar agendar uma reunião com a tutela no sentido de perceber quando é que as obras serão feitas”, explicou. Joaquim Jorge garantiu, que a autarquia “nunca pediu a cessação da cedência das instalações dos juízes de execução”, o que pediram foi “a resolução das patologias deste edifício, para que fosse possível transferi-los para lá, evitando pagar mais de dois mil euros de renda nas instalações alugadas”. 

Plano de Defesa da Floresta Contra Incêndios e Plano Operacional Municipal “está atualizado”
Questionado pelo vereador José Campos (PSD) sobre a “atualidade” e “aprovação” do Plano de Defesa da Floresta Contra Incêndios e Plano Operacional Municipal, o presidente do executivo garantiu que o mesmo está “devidamente atualizado”. O vereador social-democrata realçou a “importância deste plano para se conhecer mais aprofundadamente a realidade da floresta”, e “saber como proceder em caso de incêndio”, dadas as características do concelho de Oliveira de Azeméis. O edil oliveirense referiu que apenas falta a “carta de perigosidade”, que “resultará da área urbana que vai acontecer da revisão do PDM”. No entanto, o “plano está em vigor porque as alterações ao decreto lei determinaram que os planos de todos os municípios atualizados e em vigor até final de 2022”. Por fim Joaquim Jorge fez referência às declarações do comandante dos Bombeiros Voluntários de Paço de Arcos, em que o mesmo referiu que o concelho não tinha estes planos atualizados. “Não lhe reconheço nenhuma legitimidade para comentar o trabalho da proteção civil de Oliveira de Azeméis. Acho deselegante fazer essas afirmações sobre um concelho que não conhece”, explicou o presidente da câmara, Joaquim Jorge. “Há uma confiança absoluta no nosso dispositivo de proteção civil e nos vários agentes que o integram”, acrescentou. 
Reuniões de câmara não se vão realizar realizar durante o mês de agosto 
Durante o mês de agosto, e a título excecional, não se efetuarão as habituais reuniões do executivo municipal. A Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis informa, entretanto, que a primeira reunião a seguir ao mês de agosto, realizar-se-á no dia 01 de setembro, às 09h30, na sala de reuniões, sita na rua António Alegria (antigo colégio). 

Demolição de habitação corta trânsito na rua do Cruzeiro entre hoje e sexta-feira
A Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis vai proceder, entre hoje e sexta-feira, à demolição de uma habitação na rua do Cruzeiro. Os trabalhos vão exigir o desvio de trânsito e a proibição de estacionamento nesta rua até serem concluídas as obras de demolição do imóvel.
A Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis apela à compreensão e alerta para a sinalização do local de forma a minorar os constrangimentos esperados.

Autarquia celebra Dia Internacional da Juventude com entradas grátias nas Piscinas de La Salette
A Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis associa-se ao Instituto Português do Desporto e Juventude na celebração do Dia Internacional da Juventude, celebrado no dia 12 de agosto. À semelhança de anos anteriores, a autarquia vai conceder, nesse dia, entradas gratuitas na piscina de La Salette, aos jovens até aos 30 anos. Horário da piscina: 
9h30 às 19h00 (segunda a domingo). 

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
Banda de Música de Loureiro vai está presente nas festas em honra de Nossa Senhora de La Salette
8/08/2022
Três anos de projeto e nove meses de obras
8/08/2022
‘Carlos Osório’ certificado com a placa ‘Silver’
8/08/2022
Zé Pedro já assiste
8/08/2022
Borges é reforço
8/08/2022
Dupla reforça Futsal de Azeméis
8/08/2022
Pedro Silva continua ao leme do Carregosense
8/08/2022
Igreja Matriz renovada
8/08/2022
PUB
PUB