Oliveirense André Sousa recebido por Ramos Horta em Timor-Leste

Destaques Desporto

Piloto está a dar a volta ao mundo numa minimoto e encontrou-se com Nobel da Paz em Timor-Leste

André Sousa, o oliveirense que, desde 2020, está a dar volta ao mundo numa minimota, chegou na passada segunda-feira, dia 22 de agosto, a Timor-Leste e, tal como estava previsto, encontrou-se com o Presidente da República desse país, Ramos Horta.

Ana Catelas

Na sua página oficial (Ride That Monkey), o jovem motociclista escreveu, esta terça-feira, que este foi “um dos melhores momentos desta aventura”, que já incluiu a passagem por 40 países e mais de dois anos de viagem. “Não há palavras para descrever a oportunidade de ter um encontro com o Sr. Presidente, laureado com o Prémio Nobel da Paz, Ramos Horta. É um momento marcante e inesquecível para este projeto”, referiu ainda o piloto, destacando que este encontro, que decorreu no Palácio Presidencial, ficou marcado pela “incrível simpatia e total apoio do Sr. Presidente a esta epopeia”. “Muito obrigado a todos os que tornaram este encontro possível”, concluiu André Sousa.

O jovem piloto oliveirense iniciou esta viagem da volta ao mundo no dia 12 de julho de 2020, em Avis (Portalegre), com o objetivo de tentar obter o recorde mundial. Em cima de uma Honda Monkey 125 com nove cavalos e 70 centímetros de altura, André Sousa já percorreu mais de 55.000 quilómetros e passou por 40 países.

Birmânia, Índia, Paquistão, Irão, Turquia e “alguns países do Norte de África” são os destinos seguintes, para que a viagem atravesse efetivamente “todos os continentes do globo” antes do regresso a Portugal, previsto para Maio ou Junho de 2023, revelou o aventureiro em declarações à Agência Lusa.

André Sousa tem continuado a receber tratamento às lesões com que ficou nas costas depois de ter sido abalroado por um camião na Califórnia, nos Estados Unidos, o que aí o forçou a uma paragem de dois meses. O problema foi atenuado com fisioterapia e vem exigindo medicação regular, mas as dores intensificaram-se na Austrália após vários dias de travessia consecutiva do deserto entre Cairns e Darwin, num total de 2500 quilómetros.

Partilhar nas redes sociais

Últimas Notícias
‘Feirinha de Natal’ levará o encanto a Travanca
25/11/2022
Um ferido numa colisão entre três veículos
25/11/2022
Gonçalo Noites está no caminho de mais uma medalha
25/11/2022
João Paulo Silva sucede a Luís Filipe Oliveira como Presidente da Ordem dos Advogados
25/11/2022
Filipa Oliveira é vice-campeã do mundo em Acrodance
25/11/2022
“Parque Natal”: espetáculos com levantamento prévio de bilhetes
24/11/2022
Mau tempo vai deixando marcas no concelho
23/11/2022
Nadador da Oliveirense é campeão regional
23/11/2022
PUB